Wellington defende Reforma na Previdência para cumprir pagamentos

A reforma da previdência estadual está em tramitação na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi); o projeto de lei não foi bem aceito pela categoria dos servidores públicos, e mesmo com a liminar concedida pelo desembargador Raimundo Alencar, do Tribunal de Justiça do Piauí suspendendo a votação na Alepi, o governador Wellington Dias defende a necessidade da aprovação da reforma.

Governador Wellington Dias.

De acordo com o governador, caso não seja aprovada a Reforma da Previdência no estado, o déficit irá aumentar, e pode ser que haja atraso na folha de pagamento dos servidores públicos.

“Respeitamos a decisão do Judiciário e na forma da legislação tanto o estado quanto a Assembleia estamos recorrendo, esclarecendo, para que se tenha as informações corretas. O que posso afirmar é que buscamos fazer tudo dentro da legalidade. É assim que queremos agir. O fato é que temos a situação de um déficit da Previdência, e estamos tendo a coragem de pensar não no hoje, mas também, no futuro. Todo mundo gosta quando se tem uma tabela salarial que é cumprida. Queremos seguir assim. Para isso precisam resolver problemas como o déficit da Previdência”, disse o governador em entrevista à TV Cidade Verde.  

Nesta manhã (9), o governador Wellington Dias esteve no Tribunal de Justiça para participar da solenidade de assinatura do termo de cooperação para a criação do escritório social. Segundo informações, o governador busca agora um diálogo com o Tribunal de Justiça, e espera agora a decisão da relatora, a desembargadora Eulália Pinheiro.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/wellington-defende-reforma-na-previdencia-para-cumprir-pagamentos-78395.html