Vitor de Aguiar Filho recebe apoio de Elmano Férrer para rio Parnaíba ser atendido com a nova gestão nacional

O deputado estadual Henrique Pires (MDB) diz que comissão do Meio Ambiente da ALPI vai apoiar Furpa

(Brasília-DF, 05/07/2019) Apesar do Governo Federal não esconder que deseja impor uma nova política ambiental para o país, a indicação de que o acordo Mercosul-União Europeia só saiu porque o Presidente Bolsonaro garantiu que o Brasil não iria sair do Acordo de Paris, a questão ambiental volta a ganhar novo perfil nacional. O novo presidente da Fundação Rio Parnaíba(Furpa), uma das mais conhecidades instituições de vertente ambiental no Nordeste, Vitor de Aguar Filho, foi recebido em Brasilia por autoridades para apresentar suas credenciais e pedir apoio à bancada federal, especialmente do Piauí, neste primeiro momento.

“Eu estou fazendo visitas e mostrando nossas credenciais para esse novo momento na Fundação, indicado que fui por seu fundador e benemérito Francisco Soares, eleito por seus membros. Neste início começamos com a representação do Piau, mas vamos ao Maranhão, Ceará, Tocantins e ao Governo Federal”, disse Vitor de Aguiar Filho a Política Real.

O senador Elmano Férrer(Podemos-PI), vice líder do Governo Bolsonaro no Senado, recebeu Aguiar Filho e salientou seu apoio a Furpa, parabenizou-o pelo novo momento à frente da instituição, além de falar do projeto de apoio a bacia do rio Parnaíba.

“Primeiro, vamos parabeniza-lo por assumir a Fundação Rio Parnaíba(Furpa), que passou muito tempo nas mãos de nosso inesquecível professor Soares. Nós já temos um projeto aqui aprovado no Senado de revitalização do Rio Parnaíba. É um projeto amplo nos mesmos moldes do que vai revitalizar o “Velho Chico”. Isso é um passo importante não só para a Furpa, mas para todas as demais entidades que trabalham com vista a preservação e revitalização do Rio Parnaíba.”, disse, inicialmente.

Ele disse que vai ajudar a Furpa.   “Então, nós já temos um compromisso, a Furpa é a primeira organização pessoa jurídica, uma instituição que vem prestando serviços ambientais no Estado do Piauí. Nós vamos nos somar, eu creio que já demos uma passo.”, finalizou

Ele disse que o rio Parnaíba e sua revitalização pode e deve ganhar com o processo que o atual governo faz quando da desastização do setor elétrico, até porque existe ao longo do rio a Hidrolétrica de Boa Esperança que gerou grande impacto no rio ao longo dos anos.

“Com esse projeto, nós vamos aproveitar o processo de desestatização, a exemplo que fez a Bahia que vai receber um percentual desse processo de concessões e deesetatização do sistema elétrico para investir na bacia do Rio São Francisco, embora lá eles tenham mais de seis hidroelétricas sem considerar Furnas que é um complexo bem maior que o nosso ,que só tem uma hidroelétrica que é a barragem de Boa Esperança. Entao, nós vamos ajudar dentro de nossas limitações”, finalizou.

ASSEMBLEIA DO PIAUÍ

O deputado estadual Henrique Pires(MDB), pelo Piauí, disse à Política Real, ele que visitava o senador Elmano Férrer que a chegada de Vitor de Aguar Filho ao comando da Furpa gerava grande responsabilidade para o novo presidente face a respeitabilidade que o fundador professor Francisco Soares tem para o setor, não só no Piauí, mas no Brasil.

“ Primeiro, eu gostaria de parabenizar o Vitor de Aguar Filho que assume. Lembrar da grande responsabilidade, pois a fundação Rio Parnaíba tem uma história bonita. Pode se falar de questionamentos, algumas ações, mas a história é bonita, dela. O professor Francisco Soares é um lutador, um ambientalista conhecido nacionalmente.

Eu como engenheiro sanitarista e presidente da Comissão de Direito do Consumidor e Meio Ambiente da Assembleia do Estado do Piauí me coloco à disposição da Furpa na gestão de Vitor de Aguiar Filho, assim como me coloquei também à disposição à época do Professor Soares.”, finalizou.

Vitor de Aguiar Filho foi reebido por Elmano Férrer, que estava acompanhado do deputado estadual Henrique Pires, no final da manhã dessa quinta-feira, 4 de julho, em seu gabinete na Ala Teotônio Vilela do Senado Federal.

Fonte:( da redação com edição de Genésio Araújo Jr)