‘The Old Man’: contra etarismo, Jeff Bridges desbanca jovens em série

Ao lado de seus dois fiéis escudeiros caninos, Chase (Jeff Bridges) parece viver uma vida pacata como um viúvo que sente saudades da esposa e passa os dias conversando com a filha pelo telefone. Em uma consulta médica, é visto quase como um incapaz pelo médico jovem que faz seu check-up. O idoso, de fato, parece ter certa dificuldade para andar e até coloca seu celular no microondas. O que parece descuido senil, depois se revela uma inusitada cautela para não ser localizado, exatamente quando Chase tem sua casa invadida por um estranho e consegue matar o homem que foi ao local justamente para acabar com a vida do idoso que estrela The Old Man (O Homem Velho, em tradução livre), série já disponível no serviço de streamingo Star+.

https://www.youtube.com/watch?v=Kw6uzKCBBIw sib

Surpreendentemente, o setentão é um agente aposentado da CIA (Central de Inteligência Americana) que carrega pendências de uma missão antiga com a organização secreta. Paranoico devido aos anos em que trabalhou na agência, ele percebe que precisa voltar ao jogo, como uma espécie de versão  madura de John Wick (papel de Keanu Reeves nos cinemas): vai acabar com qualquer um que ousar cruzar seu caminho, independentemente de sua idade e força física. Com sangue nos olhos, mata dois “novinhos” com grande facilidade e sofre um pouco para acabar com o terceiro, mas consegue.

O ator, que ostenta 72 anos atualmente, prova que idade não é uma questão quando se é uma máquina mortífera humana capaz de desbancar qualquer jovem agente que tente lhe capturar. Com socos, chutes, tiros e até as mordidas ferozes de seus cachorros altamente treinados, Chase embarca em uma fuga maluca das autoridades, que querem julgá-lo por alguma questão deixada em aberto pelo aposentado. Mais do que uma história de ação, The Old Man passa uma forte mensagem contra o etarismo – o preconceito contra pessoas mais velhas, vistas como incapazes, provando que a vitalidade não é um luxo dos jovens. O fato de Chase ser um idoso contribui justamente como um fator surpresa para seus inimigos, que jamais esperam reações tão potentes do aparente senhor inofensivo.

Apesar do roteiro levemente inverossímil, a bela atuação de Jeff Bridges ajuda a construir a imagem de um homem atormentado pela solidão, gerando uma compaixão instantânea, mas que vai em alta velocidade para um matador profissional, habilidoso até para empunha um rifle de 4 quilos com maestria. Entre o mistério do que deu errado na missão para fazer a CIA procurá-lo e o interesse despertado em observar as porradas que Chase consegue dar, a série aproveita o filão das produções de ação, mas seu principal atrativo é subverter o papel do idoso na tela, atestando a tendência de que idade não é documento e como é bonito – e eletrizante – acompanhar.

Continua após a publicidade

Fonte: https://veja.abril.com.br/coluna/tela-plana/the-old-man-contra-etarismo-jeff-bridges-desbanca-jovens-em-serie/