Wellington Dias anuncia novo bloqueio parcial a partir desta quinta-feira; veja atividades permitidas

O governador Wellington Dias (PT) divulgou nesta terça-feira (30) o novo decreto do bloqueio das atividades econômicas que funcionará a partir desta quinta-feira (02) no Piauí. Segundo o chefe do executivo estadual, na quinta (02) e sexta (03) funcionarão os serviços essenciais de supermercados, mercadinhos e postos de combustíveis, porém, no sábado (04) e domingo (05) estas atividades estarão proibidas de funcionar.

A medida, segundo o governador, faz parte de um esforço final para que o cronograma da retomada das atividades no estado inicie na próxima segunda-feira (06). Segundo a Sesapi, o Piauí já possui 20 mil casos confirmados de coronavírus em 204 municípios e 663 mortes. 

”Nós queremos alcançar um índice de adesão a esse isolamento social neste período porque ele é fundamental para um grande passo que queremos dar no próximo dia 6. Já aprovamos ontem que possamos uniformizar os nossos decretos para área de construção civil e a partir do dia 13, as áreas do setor automotivo”, explicou Dias.

Durante a live, o governador mostrou preocupação com Teresina, região da grande Teresina, Piripiri, e estados mais ao norte. Nestes locais, o governador afirmou que seguirá o reforço, até este final de semana, da expansão da rede de leitos de UTI. Com isso, foi reafirmado os critérios que permitirão o avanço da retomada no estado, como ocupação do número de leitos de UTI, taxa de transmissibilidade e número de óbitos.  

A partir das 24 horas do dia 04 de julho até às 24 horas do dia 05 de julho

  • farmácias, drogarias, serviços de saúde, imprensa, serviços de segurança e vigilância, serviços de delivery exclusivamente para alimentação e serviços de autoatendimento bancário;
  • borracharias, postos de combustíveis e pontos de alimentação localizados nas rodovias, inclusive nos trechos urbanos, e serviços de transporte de cargas;
  • atividades agrícolas e agroindustriais, incluindo colheita, ordenha, armazenagem e secagem, entre outras atividades sob risco de perecimento.
  • estabelecimentos que funcionem operando fornos, em turnos ininterruptos de 24 horas, durante todos os dias da semana.

Dias ressaltou o rigor na fiscalização para que o processo seja organizado. “O que queremos é evitar a saída desorganizada, por isso adotamos novamente medidas de redução das atividades em funcionamento iniciando na quinta-feira e finalizando no domingo. Queremos alcançar um bom índice de isolamento nesse período e terá fiscalização do cumprimento desse regramento”, disse.

A restrição maior, de quatro dias, visa quebrar a cadeia de transmissão do vírus. “Se temos pessoas com coronavírus em fase de transmissibilidade, em um período de transmissão de seis ou sete dias, conseguiremos cortar quatro deles. Reduzimos a quantidade de pessoas com coronavírus, com chance de reduzir a ocupação de leitos, buscando condições de ter mais gente saindo de alta hospitalar do que entrando”, avaliou Wellington. 

O chefe do executivo estadual se baseou nos números atingidos no último final de semana para ressaltar a importância da medida. No sábado (27), o índice de isolamento no Piauí foi de 44,8%, quase seis pontos percentuais a mais do que registrado no sábado anterior, dia 20. Já no domingo (28), o índice subiu para 50,5%, contra 48,6% do domingo dia 21. Teresina também melhorou o índice, ficando em segundo lugar no Brasil, entre as capitais, com 50,2% no sábado e em terceiro, com 56,20% no domingo.

Fonte: https://portalsrn.com.br/ Foto:

Coronavírus em Tempo Real