Tentativa frustrada de golpe do PL é destaque na mídia estrangeira

São Paulo – A tentativa frustrada de golpe bolsonarista, desta vez por iniciativa do PL, é destaque nos principais veículos da mídia estrangeira. A cobertura internacional abordou o sumiço de Jair Bolsonaro e sua articulação para o pedido de anulação de parte dos votos de Lula. E também a atuação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes. São relatados também os atos violentos de bolsonaristas golpistas, fechando estradas e ocupando imediações dos quarteis, pedindo intervenção militar.

O New York Times repercute a decisão de Alexandre de Moraes no esforço de desmontar a tese golpista da fraude nas eleições presidenciais. “Juiz rejeita tentativa tardia de Bolsonaro de anular eleição no Brasil’, diz na manchete um dos jornais mais importantes do mundo.

A reportagem destaca ainda que “a campanha do presidente Jair Bolsonaro argumentou que muitos votos deveriam ser anulados por causa de um bug de software”. E que, segundo especialistas, o tal bug não afetou a votação. Assim, “o chefe das eleições do Brasil, Alexandre de Moraes, rejeitou a reclamação”.

As agências internacionais de notícias também destacam a manobra infundada do presidente derrotado. Na Reuters: Tribunal Eleitoral do Brasil rejeita contestação eleitoral de Bolsonaro. “O chefe do TSE, Alexandre de Moraes, rejeitou uma reclamação dos aliados do presidente Jair Bolsonaro para contestar a eleição presidencial, que o titular perdeu por uma pequena margem, de acordo com um documento judicial”, diz.

Punição da Justiça contra o golpe do PL

A Reuters já havia distribuído um despacho, relatando que a “contestação” de Bolsonaro poderia alimentar protestos. A Associated Press (AP) deu destaque à decisão judicial: “Corpo eleitoral do Brasil rejeita pressão de Bolsonaro para anular votos”. Relata que o “chefe da autoridade eleitoral do Brasil rejeitou o pedido de Bolsonaro e seu partido político para anular as cédulas depositadas na maioria das urnas eletrônicas, o que teria anulado a votação”. O material foi reproduzido pelo The Washington Post.

O jornal britânico The Guardian destaca a punição da Justiça ao PL: “Juiz do Brasil multa aliados de Bolsonaro em milhões após contestação eleitoral de ‘má-fé’”. E relata, a partir das agências Reuters e AP que o “chefe do Tribunal Eleitoral do Brasil rejeita alegação da coalizão do presidente cessante de que as urnas eletrônicas de votação estavam com defeito”.

O francês Le Monde traz material da agência France Presse: “Brasil: Autoridade Eleitoral rejeita pedido do partido de Bolsonaro para anular parte dos votos de Lula”. “O Partido Liberal foi condenado esta quarta-feira a uma pesada multa por ter solicitado de ‘má fé’ a revisão do resultado das eleições presidenciais vencidas pelo seu rival de esquerda”, relata. O mesmo fez o também francês Libération: “Recurso de Bolsonaro para invalidar resultado das urnas eletrônicas não prospera.”

Manobra de Bolsonaro em destaque

No jornal espanhol El País, a manchete destaca a manobra articulada por Bolsonaro: “Justiça Eleitoral rejeita recurso de Bolsonaro contra derrota e impõe multa milionária ao partido”. “A decisão judicial acusa o presidente brasileiro de agir de má-fé ao levantar o espectro da fraude para incentivar protestos golpistas”, informa a correspondente Naiara Galarraga Gortázar.

La Vanguardia reproduz o The New York Times e dá destaque à multa tomada pelo partido de Valdemar da Costa Neto, ao tentar “invalidar” parcialmente os resultados eleitorais. “Supremo Tribunal sanciona presidente em 4,2 milhões de  euros por ‘litigar de má-fé’”, sublinha.

Em Portugal, jornal alerta para ataque ao Estado Democrático de Direito

O jornal português Público também coloca a decisão de Alexandre de Moraes na manchete: “Tribunal multa partido de Bolsonaro por queixa eleitoral ‘absolutamente falsa’”. E relata que a “queixa do Partido Liberal teve como finalidade ‘tumultuar o próprio regime democrático brasileiro’”. Em outra reportagem, o diário lusitano registra o aumento da violência em protestos antidemocráticos promovidos por bolsonaristas no Brasil. “Nos últimos dias foram registrados casos de sequestro, agressão a pedradas e sabotagem a abastecimento de água. “Justiça investiga caso em Rondônia como terrorismo”, anuncia.

O português Diário de Notícias destaca na manchete o momento de tentativa de golpe que enfrenta o Brasil. “Tribunal multa coligação de Bolsonaro em 4 milhões de euros por ataques ao ‘Estado Democrático’”. E informa que o TSE “bloqueou ainda as dotações orçamentais públicas ao Fundo Partidário até que a multa seja paga pelo partido de Costa Neto. Além de ter pedido a abertura de inquérito para apurar ‘eventual desvio de finalidade na utilização da estrutura partidária’”.

O post Tentativa frustrada de golpe do PL é destaque na mídia estrangeira apareceu primeiro em Rede Brasil Atual.

Fonte: https://www.redebrasilatual.com.br/politica/tentativa-frustrada-de-golpe-do-pl-e-destaque-na-midia-estrangeira/