Renan Calheiros dirá na CPI do genocídio que não será “um Deltan Dallagnol”

Renan Calheiros dirá em discurso que não será “um Deltan Dallagnol” e que Bolsonaro não estará no centro de um powerpoint

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) está preparando um discurso para quando tomar posse como relator da CPI da Covid, na próxima terça-feira (27). Ele está sob ataques de bolsonaristas.

O ocupante do Palácio do Planalto fez movimentações políticas para impedir a indicação de Renan para o cargo de relator da CPI do genocídio. 

A jornalista Mônica Bergamo informa em sua coluna que Renan afirmará em seu discurso de posse que o governo não tem que se preocupar tanto com a sua atuação nas investigações. 

“Não vou ser um Deltan Dallagnol”, afirmará Renan no discurso inaugural, fazendo referência ao procurador que comandou a Lava Jato em Curitiba. “O presidente [Bolsonaro] não vai ficar no centro de nenhum powerpoint. Não haverá forças tarefas. No futuro, não quero ser condenado por ter sido parcial”, seguirá, segundo interlocutores que tiveram acesso ao texto.

Brasil 247 – Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado