Rayssa Leal conquista prata no skate e se torna a mais jovem medalhista brasileira

São Paulo – A skatista Rayssa Leal, conhecida como ‘Fadinha’, conquistou na madrugada desta segunda-feira (26) a medalha de prata na categoria street do skate, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Aos 13 anos, ela se tornou a mais jovem medalhista da história do Brasil, entre homens e mulheres de todas as modalidades, na competição.

A medalha de ouro ficou com a japonesa Momiji Nishiya, também de 13 anos, que somou uma nota de 15,26 na final, à frente dos 14,64 da brasileira. A também japonesa Funa Nakayama completou a dobradinha no pódio, com 14,49.

Durante a etapa, Fadinha encantou nas manobras e na descontração: sorridente ela chegou a dançar algumas vezes e mostrou que não deixaria se abater pela pressão da decisão por medalha. “Eu estou muito feliz, esse dia vai ser marcado na história. Eu tento ao máximo me divertir porque eu tenho certeza que se divertindo as coisas fluem, deixa acontecer naturalmente, se divertindo”, disse Rayssa ao site do Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Antes de Rayssa, outras duas skatistas brasileiras competiram nas eliminatórias, mas não se classificaram entre as oito primeiras: Pâmela Rosa, líder do ranking mundial no street, e Letícia Bufoni. As duas erraram bastante e foram ultrapassadas por outras competidoras.

Rayssa Leal viralizou na internet em 2015, após publicar um vídeo, aos 7 anos, fazendo manobras em seu skate. Fantasia de fada, a jovem virou pauta em vários programas de TV. Inclusive, o conteúdo foi divulgado nas redes sociais pelo americano Tony Hawk, skatista mais famoso do mundo, conhecido por dar nome a franquia de jogos digitais.

Após o sucesso na internet, Rayssa entrou forte na disputa do skate: aos 10 anos, conquistou patrocinadores e já sustentava a família. Aos 11, venceu sua primeira medalha em um torneio internacional. Em 2019, Rayssa Leal foi vice-campeã mundial e, no ano passado, terminou o torneio em terceiro lugar.

Agora, com a prata da Olímpiada de Tóquio, Rayssa bate o recorde nacional de medalhista mais jovem. A marca anterior era de Rosângela Santos, do 4x100m do atletismo, que foi bronze aos 17 anos, nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

Ainda na madrugada de hoje, a vitória da jovem skatista resultou em muita comemoração e comoção nas redes sociais. Celebridades, atletas e políticos celebraram a prata de Rayssa. A cantora Preta Gil publicou: “Obrigada, Rayssa Leal, por me fazer chorar de emoção! Uma fada de verdade, com garra, foco, graça e muito muito talento”.

As jogadores da seleção feminina de futebol, que também estão na disputa do ouro olímpico, publicaram um vídeo assistindo e torcendo pela jovem skatista, com gritos de “Fadinha, Fadinha!”. Rayssa Leal também foi recebida com carinho pela seleção de vôlei feminino, em sua chegada à Vila Olímpica, após conquistar a medalha.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/esportes/2021/07/rayssa-leal-conquista-prata-skate-mais-jovem-medalhista