Que país é este que acusa sem provas, que julga e condena sem crime?

Tive a oportunidade de viver fora do Brasil por um tempo. Foi uma experiência de muito aprendizado. Imaginei-me relatando para os amigos que fiz lá que o presidente do meu país convoca a nação para comprovar que houve fraudes na eleição que ele ganhou e, por isso, o sistema tem de mudar, e que se não mudar ele não aceitará o resultado… caso ele perca… é lógico!

Penso como eles reagiriam, e que dificuldade eu teria para provar que lhes dizia a verdade!

Com a agravante de que o presidente não tinha prova nenhuma do que estava dizendo.

Como eles entenderiam que o presidente pode incriminar um outro poder da República sem nenhuma prova?

E eu teria de lhes dizer que prova é artigo de luxo no meu país, que, inclusive, sem prova alguma, prenderam o candidato mais forte às eleições, que o presidente vitorioso acusa de fraudadas, para que o candidato mais forte não participasse das eleições e, assim, o atual presidente pudesse ser vencedor das eleições que ele diz que foram fraudadas, ainda que não tenha provas.

:: Leia outros artigos de Ariovaldo Ramos ::

Terei de dizer que o expediente que usaram com o candidato que foi preso para que o presidente pudesse ser quem é, é bastante usado, principalmente, com os pretos e pretas, como um tuíte que li, de uma moça pedindo ajuda porque o irmão dela, preto, tinha acabado de ser preso, acusado por um crime que não cometeu, porque a acusadora disse que o havia reconhecido, embora confessasse que a pessoa que a havia assaltado usava um capacete de motociclista, e que estava fechado.

Ou o caso de mais um preto que foi julgado e condenado, e está preso, embora todas as testemunhas dissessem que não fora ele, mas, o juiz não tinha outro preto para colocar na cadeia por aquele crime, com a agravante de que foi o menino condenado que chamou a polícia por ter desconfiado que a moto que estacionaram na rua onde ele mora, possivelmente, era roubada.

É claro que eles não conseguiriam acreditar! Eu teria de dizer-lhes que no meu país há um projeto de lei que exigirá que os povos indígenas apresentem provas de que estavam no Brasil, nas suas respectivas terras, na data da promulgação de Constituição de 1988, caso contrário não terão direito ao que é seu.

E que o fato de eles terem tido as suas terras roubadas pelos colonizadores, e depois pelos latifundiários, e terem sido assassinados tanto, a ponto de tribos inteiras terem desaparecido… milhões de seres humanos… simplesmente, não conta.

Como eu consigo dizer-lhes isso tudo? De fato, como eu conseguirei explicar-lhes como nós temos uma sociedade assim e uma pessoa assim como presidente, e como não importa quantas vezes ele ameace a nossa democracia e aos demais poderes da República, nada acontece com ele?

Como vou dizer-lhes que tudo isso é apoiado por muita gente que se diz cristã?

Bem… não preciso dizer que desisti de tentar explicar aos meus amigos a postura dos militares de todas as forças que temos no país… nem vou tocar no assunto!

Ariovaldo Ramos é coordenador da Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito e apresentador do programa Daqui pra Frente, toda quarta, às 20h. na TVT

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/blogs/blog-na-rede/2021/07/que-pais-e-este-que-acusa-sem-provas-que-julga-e-condena-sem-crime