Postagem no Facebook que identifica líder do MST como Adélio Bispo é falsa

 

Circula nas redes uma imagem do líder do MST, João Paulo Rodrigues, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidenta do PT, Gleisi Hoffmann, na qual ele é identificado como sendo Adélio Bispo, o acusado de ter esfaqueado o então candidato à presidência Jair Bolsonaro durante a campanha de 2018. É mentira. 

A fake news foi desmentida nesta quinta (24) tanto pelo jornal O Estado de S. Paulo como pelos sites Boatos.org e Agência Lupa, ambos especializados em investigar a veracidade de rumores espalhados online. 

A foto, na qual aparecem ainda a ex-presidente Dilma Rousseff, o também candidato à presidência Guilherme Boulos (PSOL)  e Luiz Marinho, candidato ao governo paulista, foi tirada em abril de 2018, no sindicato dos metalúrgicos do ABC. Segundo a reportagem do Estadão, a postagem falsa foi compartilhada ao menos duas mil vezes. 

O líder do MST tuitou nesta quinta:

Num é que os bolsominion resgataram uma foto minha de 2018 com @LulaOficial @dilmabr e @GuilhermeBoulos pra espalhar fakenews. O gabinete burro e do ódio está funcionando a mil. Dessa vez o @Estadao e a @agencialupa comprovou a mentira. Qual será a próxima? #forabolsonaro pic.twitter.com/oOxVgaLm7w

— João Paulo Rodrigues (@joaopaulomst) September 24, 2020

 

 

Edição: Rodrigo Durão Coelho

Fonte: www.brasildefato.com.br/2020/09/24/postagem-no-facebook-que-identifica-lider-do-mst-como-adelio-bispo-e-falsa

Coronavírus em Tempo Real