Piauí tem a gasolina mais cara do país, diz Agência Nacional de Petróleo 

Foto: Reprodução

Preço médio da gasolina no estado chegou a R$ 8,130. Na capital, litro do combustível já alcança R$ 8,215 

O Piauí é o estado com o litro médio da gasolina mais caro do Brasil. Segundo o levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o valor registrado na semana de 17 a 23 de abril no estado foi de R$ 8,130, quase R$ 0,90 acima do preço médio nacional (R$ 7,270) no mesmo período.

O levantamento da ANP pesquisou 68 postos de combustível em Teresina, Parnaíba, Picos e Piripiri.

Na capital, o preço médio da gasolina foi ainda mais alto: R$ 8,215. Com isso, tanto Piauí quanto Teresina registram o maior preço do litro do combustível entre os Estados e capitais, respectivamente. No acumulado dos últimos 12 meses, a gasolina comum aumentou em média 46,46% no estado e 47,99% na capital.

Segundo Claudia Moreno, economista do C6 Bank, “a inflação dos combustíveis foi impactada pelo reajuste de preços da gasolina de 18,77%, anunciado pela Petrobras no dia 10 de março. Esse impacto não foi totalmente absorvido e ainda está sendo sentido ao longo deste mês de abril.”

Com os mais recentes reajustes, o preço médio do litro da gasolina no Piauí e no Brasil chegou ao maior valor nominal pago pelos consumidores desde que a ANP passou a fazer o levantamento semanal de preços, em 2004.

Ainda segundo a ANP, os preços médios do etanol e do gás natural também aumentaram 0,74% e 1,32% respectivamente no Piauí na última semana, enquanto o preço do óleo diesel teve queda de 0,11%. Com isso, o litro do etanol passou a custar, em média, R$ 5,99 no estado, enquanto o litro do diesel chegou a R$ 7,081 e o botijão de gás de 13kg passou a custar R$ 122,48.