Piauí: retomada da economia pode acontecer em junho, prevê secretário

O secretário estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, acredita que o Piauí poderá iniciar a retomada gradual das atividades econômicas a partir do dia 08 de junho, data que vem sendo estudada pelo Governo do Estado, através do Comitê de Organização Emergencial (COE). Para ele, a decisão de liberar o funcionamento de algumas atividades vai depender de forma direta da análise da evolução da pandemia por parte dos especialistas em saúde, que vão ajudar o Estado a estabelecer os critérios e parâmetros que deverão ser obedecidos.

“Vamos torcer para que nesses próximos dias a curva projetada se mantenha dentro da previsão. Se não acontecer nada fora dessa previsão, acredito sim que a retomada gradual se inicia no dia 08, mas a decisão ainda vai depender desse grupo de especialistas que está tratando do tema junto com o governador”, avalia.

O atual decreto de isolamento social do governo do Piauí vale até 07 de junho. A expectativa é que nos próximos dias o Governo do Estado comece a anunciar os parâmetros que serão estabelecidos para possibilitar a retomada de cada uma das atividades econômicas.

Ainda na avaliação do secretário de Fazenda, os próximos dias serão decisivos para o controle da doença no Piauí, e, por consequência, para a tomada de decisões por parte dos gestores públicos, como a retomada de atividades produtivas.

Através das redes sociais, o governador Wellington Dias(PT) também fez críticas ao protesto realizado pela classe empresarial. Para ele, as medidas que estão sendo questionadas pelo setor foram fundamentais para barrar o avanço das mortes pelo novo coronavírus.

“Quantos trabalhadores estavam na manifestação? Me preocupo com empreendedores, mas também com os trabalhadores. Olhando para o Brasil, o Piauí teria cerca de 850 óbitos se não tivéssemos adotado as medidas que adotamos, evitamos mais de 700 mortes. Quanto vale uma vida?”, questionou Wellington Dias.

Fonte: cidadeverde.com – Foto:

Coronavírus em Tempo Real