Navio iraniano com 32 mil toneladas de combustível aporta nas costas venezuelanas

O navio iraniano Forest aportou nesta terça-feira, (29), na Ilha Margarida, estado venezuelano de Nueva Esparta, carregado com 32 mil toneladas de combustível. O envio faz parte da cooperação comercial entre o Irã e a Venezuela. Para outubro está prevista a chegada de outras duas embarcações, Fortune e Faxon, que viajam pelas costas brasileiras. 

Os três navios têm capacidade de carregar cerca de 825 mil barris de petróleo. O combustível será entregue à refinaria de El Palito, no estado venezuelano de Carabobo. A unidade foi reativada em setembro deste ano, depois de 18 dias paralisada, e é responsável pelo refino de 22 mil barris de gasolina diários.

Esse é o sexto navio petroleiro iraniano a transportar gasolina e insumos para a indústria petroleira venezuelana nos últimos meses. Por conta do bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos, as estruturas da PDVSA, a estatal petroleira venezuelana, estão comprometidas. A produção caiu cerca de 70% nos últimos cinco anos. 

Por conta dessa relação, o presidente estadunidense Donald Trump emitiu novas sanções unilaterais contra o presidente Nicolás Maduro, na última semana.

O Irã é o sétimo produtor de petróleo do mundo, gerando 1,9 milhão de barris diários, de acordo com a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep), enquanto a Venezuela produz 340 mil barris, apesar de possuir a maior reserva do combustível fóssil no mundo, com 309 bilhões de barris certificados.

O petróleo é a base da economia e venezuelana e representa 90% das exportações do país. As duas nações mantêm relações diplomáticas há 18 anos, com acordos nas áreas petrolífera, industrial, ambiental, educacional, agrícola e científica. 

imagem29-09-2020-18-09-43
imagem29-09-2020-18-09-43

Ministro de Relações da Venezuela Jorge Arreaza se reuniu, na última segunda-feira (28), com o chanceler do Irã Mohamed Yavad Zarif para aprofundar relação bilateral. / Reprodução

Na última segunda-feira, (28), o chanceler venezuelano Jorge Arreaza se reuniu virtualmente com seu homólogo iraniano Mohamed Yavad Zarif para dialogar sobre o avanço das relações bilaterais, que segundo o funcionário, “estão no seu melhor momento”. 

“Falamos da nossa relação de maneira integral, de todos os setores, desde energético, com a questão da gasolina, assim como os setores de saúde, agricultura, alimentação. Com o Irã realizamos outros projetos, sobretudo nos últimos dois anos e agora intercambiamos desenvolvimento científico no combate à covid-19”, declarou o ministro venezuelano. 

Segundo Arreaza, o Irã recebeu positivamente a proposta do presidente Nicolás Maduro de criar um grupo de contato entre os 34 países que sofrem com as medidas coercitivas unilaterais impostas pelos Estados Unidos e União Europeia, com a finalidade de estabelecer pontes de cooperação, tanto para manter as nações abastecidas, quanto para combater o próprio bloqueio.

Edição: Leandro Melito

Fonte: www.brasildefato.com.br/2020/09/29/navio-iraniano-com-32-mil-toneladas-de-combustivel-aporta-nas-costas-venezuelanas

Coronavírus em Tempo Real