Mandetta espera demissão nas próximas horas e pelo Twitter

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, avisou na noite desta terça-feira (14) sua equipe que será demitido por Jair Bolsonaro e que espera sua demissão para as próximas horas.

Segundo a jornalista Mônica Bergâmo, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo, um dos principais auxiliares de Mandetta, o secretário de vigilância em Saúde,  Wanderson Keleber de Oliveira, enviou carta aos funcionários de sua área nesta quarta (15) afirmando que “a gestão de Mandetta acabou e preciso me preparar para sair junto”. Oliveira afirmou ainda que “só Deus para entender o que querem fazer”.

O jornal Estado de S.Paulo informa que ainda não está confirmado o sucessor a Mandetta. Uma solução provisória, segundo integrantes do governo, seria colocar o “número 2” do ministério, João Gabbardo, no cargo de ministro, informa o jornal Estado de S.Paulo. 

Segundo o jornal, Gabbardo foi secretário de saúde do deputado federal Osmar Terra (MDB-RS) na década de 90, quando o agora deputado era prefeito de Santa Rosa (RS). O “número 2” do ministério tem ainda bom diálogo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM), e é visto como um apoiador de Bolsonaro, para quem fez campanha em 2018.

A reportagem do jornal Estado de S.Paulo ainda indica possíveis nomes para ocupar a pasta da Saúde: 

– Antonio Barra Torres – médico, contra-almirante e presidente substituto da Anvisa;- Ludhmila Hajjar – diretora de Ciência e Inovação da Sociedade Brasileira de Cardiologia; 

– Claudio Lottemberg – Presidente do Conselho do Hospital Israelita Albert Einstein;

– Nise Yamaguchi – Oncologista e imunologista defensora do uso da cloroquina para pacientes com sintomas leves da covid-19

 A tensão entre Bolsonaro e Mandetta intensificou-se após o ministro da Saúde participar do programa Fantástico, da Rede Globo, no último domingo e fazer críticas ao ocupante do Planalto. A ala militar do Planalto, que vetou sua demissão na semana passada, após a entrevista passou também a defender sua demissão.  

Fonte: Brasil 247 – Foto: José Dias/PR | Adriano Machado/Reuters

Coronavírus em Tempo Real