Falta de componentes faz Volks cortar parte da produção e pôr 1.500 em 'lay-off' no ABC – Rede Brasil Atual

São Paulo – A fábrica da Volkswagen em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, trabalhará em turno único a partir de novembro. O corte na produção deve-se à falta de peças, problema que vem atingindo todo o setor automobilístico. Em setembro, a Anfavea (associação das montadoras) divulgou estimativa feita por uma consultoria segundo a qual a indústria deixará de produzir, neste ano, de 240 mil a 280 mil veículos.

Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC (SMABC-CUT), aproximadamente 1.500 trabalhadores entrarão em lay-off (suspensão dos contratos) no mês que vem, somando-se a outros 450 que já estão nessa modalidade. A fábrica tem por volta de 4.500 funcionários na produção, de um total de 8 mil.

“Mais uma vez, vamos atravessar um momento muito delicado por falta de componentes eletrônicos no setor automotivo”, afirmou o coordenador do CSE (Comitê Sindical) na Volkswagen, José Roberto Nogueira da Silva, o Bigode, em mensagem aos trabalhadores. “Precisamos ter habilidade para atravessar esse momento. Vamos acompanhar passo a passo esse futuro que ainda é incerto”, acrescentou.

Em São Caetano do Sul (base da Força Sindical), o Sindicato dos Metalúrgicos informou que “a maioria” dos empregados da General Motors voltou ao trabalho, depois de julgamento pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2). Assim, os juízes consideraram não abusiva a paralisação, iniciada no dia 1º, mas determinaram retorno. As partes já haviam acertado reajuste de 10,42%, índice que vem sendo definido nas negociações salariais do período. Esse percentual corresponde à variação do INPC-IBGE em 12 meses, até agosto, véspera da data-base.

O TRT indeferiu a reivindicação de vale-refeição, alegando falta de embasamento, por se tratar de cláusula que não é pré-existente. Mas foi mantido item do acordo que garante estabilidade a portadores de doenças ocupacionais.

:: Falta de peças interrompe produção em fábricas da Volks e compromete o setor :: Retração na indústria aponta para “ciclo vicioso”, alerta Dieese :: Com queda generalizada, produção industrial cai pelo terceiro mês seguido

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/economia/2021/10/componentes-volkswagen-producao-lay-off