Em Minas, Zema lidera corrida ao governo. Kalil na frente em BH

São Paulo – No segundo maior colégio eleitoral do país (mais de 15,8 milhões de eleitores), em Minas Gerais, o governador Romeu Zema (Novo) tem 48% das intenções de voto, segundo pesquisa do Datafolha divulgada no início da noite desta sexta-feira (1º). O ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil (PSD) está com 21%. É a primeira sondagem feita pelo instituto no estado em 2022.

Na sequência, Carlos Viana (PL, partido do atual presidente da República) aparece com 4%, enquanto Vanessa Portugal (PSTU) tem 3%. Miguel Corrêa (PDT) e Renata Regina (PCB) estão com 2% cada. Depois, com 1%, vêm Lorene Figueiredo (Psol), Marcus Pestana (PSDB) e Saraiva Felipe (PSB) – este último retirou a candidatura. Segundo o Datafolha, 10% não sabem em quem votar. E 8% afirmam que votarão em branco ou nulo, ou em nenhum dos candidatos.

Na pesquisa espontânea, em que os nomes não são apresentados, 59% afirmaram não saber em quem votar. Zema é citado por 22% e Kalil, por 11%. Mas o ex-prefeito vence em Belo Horizonte: 46% a 32%. Já no interior mineiro, o governador lidera com folga (52% a 14%). Além disso, Kalil tem 27% de rejeição e Zema, 22%, quase o mesmo que Carlos Viana (21%).

Ainda segundo o instituto, 27% votariam em um nome indicado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que recentemente formalizou aliança com Kalil. Apenas 15% disseram votar em um candidato apoiado por Jair Bolsonaro.

Pesquisa do F5 Atualiza Dados, divulgada em junho pelo jornal Estado de Minas, mostrou que, após a confirmação da aliança, a diferença entre Zema e Kalil caiu de 29,4 para 17,3 pontos (45,7% a 28,4%). Já Lula ampliou sua vantagem, atingindo 43,6% no estado, ante 31,5% de Bolsonaro. 

O Datafolha ouviu 1.204 pessoas em 52 municípios de Minas Gerais entre quarta-feira (29) e hoje. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, com nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com os números MG 07688/2022 e BR 08684/2022.

Fonte: www.redebrasilatual.com.br/politica/2022/07/datafolha-minas-kalil-zema