Dino: Bolsonaro estimula confrontos para tentar implantar ditadura

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), criticou Jair Bolsonaro, que voltou a comparecer a uma manifestação com dizeres contra o Supremo Tribunal Federal em Brasília (DF), neste domingo (31). Também foi sem máscara a cavalo encontrar seus apoiadores.

De acordo com o chefe do Executivo maranhense, ele “estimula essas marchas de grupelhos porque ele deseja confrontos nas ruas”. “Para então justificar que as Forças Armadas precisam intervir para garantir a ‘lei e a ordem’. Com isso, ele acha que vai garantir impunidade a criminosos. Forças Armadas vão aceitar esse papel?”, disse. 

Os protestos pró-golpe ocorrem quatro dias após a Polícia Federal cumprir, na última quarta-feira (27), 29 mandados de busca e apreensão contra políticos, empresários e blogueiros bolsonaristas no âmbito do inquérito sobre as fake news. 

Um dos investigados, o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) participou do protesto pró-Bolsonaro na capital federal. Ele e um grupo de apoiadores, vestindo camiseta do “movimento conservador” entoaram um grito de ordem contra o STF. “Supremo é o povo”, bradaram.

Bolsonaro também causou aglomeração, na manhã desta sábado (30), ao fazer um voo de helicóptero até Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. 

Fonte: Brasil 247 – Foto: 247 | PR

Coronavírus em Tempo Real