Bolsonaro come cachorro-quente em Brasília sob gritos de ‘assassino’ | Radar

Jair Bolsonaro não está mesmo preocupado com o avanço das mortes de coronavírus no país. Nos últimos dias, as mortes passaram de 1.000 a cada dia, mas ele segue firme com sua agenda de desrespeito ao isolamento social.

Há pouco, na Asa Norte, em Brasília, ele provocou tumulto ao aparecer numa barraca de cachorro-quente para fazer um lanche. Enquanto comia, o presidente era alvo de panelaço dos prédios vizinhos e ouvia gritos de “lixo” e “assassino”.

 

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/bolsonaro-come-cachorro-quente-em-brasilia-sob-gritos-de-assassino