Circuito das Frutas é opção de bate-volta desde São Paulo

O Circuito das Frutas é um roteiro turístico que integra as dez cidades nos arredores da capital paulista que se destacam pela produção de frutas de mesa: Atibaia, Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jarinu, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo. Responsáveis por 40% da produção nacional em 2018, os municípios transformaram em negócio a visitação às plantações e em festa a época das colheitas de cada fruta – são 21 celebrações no total, quatro delas dedicadas à uva.

A ideia surgiu entre os proprietários rurais da região, que buscavam uma fonte de renda alternativa e criaram a associação em 2000. Para os habitantes de São Paulo, o circuito é uma ótima opção para conhecer o dia-a-dia no campo e eventualmente colher frutas frescas direto do pé durante um passeio de bate-volta. Como tudo é bem próximo, é possível visitar mais de uma cidade em um único dia: o município mais afastado da capital é Indaiatuba, a cerca de 110 quilômetros, e as demais cidades que compõem o Circuito das Frutas ficam a no máximo 90 quilômetros uma da outra.

A seguir, veja as atrações de cada destino ao longo do ano, além do calendário de festas e da época de cada fruta:

Atibaia é uma das principais produtoras de morangos e flores no país. Um dos destaques do turismo rural na cidade é o “Colha e Pague” do Orquidário Takebayashi, com uma estufa de orquídeas e quatro de morangos. Funciona assim: o visitante colhe as frutas ou flores, pesa tudo em uma balança e paga o correspondente. As visitas precisam ser agendadas e ocorrem de segunda-feira a domingo, das 9h às 17h. Nos meses de junho e julho acontece a tradicional Festa do Morango. Em setembro, comemora-se a entrada da primavera com a Festa da Flores. 

Outras atrações – Monumento Natural da Pedra Grande é uma montanha de 1.418 metros de altitude na Serra do Itapetinga, de onde partem voos de parapente. Embora a estrada de chão batido não seja das melhores, é possível chegar de carro até um estacionamento próximo ao cume. No Parque das Águas, um teleférico leva do Lago Major até a parte alta do centro em um passeio de 20 minutos (veja mais informações aqui). Entre os restaurantes, a Fazenda Paraiso serve comida caipira desde o café da manhã e entretém os pequenos com pedalinho, parquinho e bichos de fazenda. Por fim, Atibaia guarda ainda dois resorts bastante procurados entre as famílias com crianças, o Bourbon e o Tauá.

Localização – A 65 km de Campinas e a 67 km de São Paulo.

Quase 200 propriedades produzem uvas de mesa em Indaiatuba, que recebe três festas típicas ao longo do ano. Além da Festa da Frutas e Hortaliças em abril, há a Festa das Nações Unidas em julho, que reúne no centro da cidade barracas de comidas típicas da culinária italiana, japonesa, alemã, suíça, nordestina e afrodescendente. Em agosto, a Festa da Tradição da Colônia Suíça é organizada pelos moradores da comunidade suíça presente no bairro Helvetia.  

Outras atrações – Um córrego que cortava 80% da área urbana de Indaiatuba foi transformado pelo arquiteto Ruy Ohtake no Parque Ecológico, que tem 15 quilômetros de pistas de caminhadas e ciclovias, pista de skate, raia de remo olímpico e campos de futebol e vôlei. Também foi repaginada a antiga estação da Estrada de Ferro Sorocabana, que hoje abriga o gratuito Museu Ferroviário. Aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e aos sábados e domingos, das 9h às 12h30, ele guarda uma locomotiva a vapor adquirida pelo Imperador Dom Pedro II.  Para comer, uma instituição local é o Pezão Bar, que serve petiscos e frutos domar.

Localização – A 28 km de Campinas e a 103 km de São Paulo.

Três festas do calendário do Circuito das Frutas são realizadas em Itatiba. A Festa do Caqui, no mês de abril, é dedicada à fruta mais cultivada da cidade e já atraiu mais de 50 mil pessoas em 2019. Durante as celebrações, são vendidos licores, sucos, compotas, geleias e pães. Em junho, a Festa de São Pedro tem apresentações de artistas locais no Parque da Juventude e, em outubro, a Festa de San Genaro homenageia a cultura italiana, que influenciou fortemente o município. Ao longo do ano, vale visitar a produção de vinhos artesanais da Adega Rosso Natural, que funciona como restaurante e também defuma carnes, peixes e queijos. Também merece destaque o luxuoso Hotel Fazenda Dona Carolina. que organiza tours pela produção artesanal de café e cachaça na propriedade.  

Outras atrações – No centro da cidade, se destacam a Igreja Nossa Senhora do Rosário, construção barroca de 1827, e o Museu Histórico, que conta a trajetória de Itatiba. Porém, a cidade é mais conhecida por abrigar o maior zoológico particular do Brasil, com 500 mil m² e mais de 1.200 animais de 180 espécies diferentes, o ZooparqueEm agosto de 2020, ele reabriu com uma atração muito mais interessante e ética: um Museu de História Natural com réplicas de fósseis de dinossauros brasileiros (saiba mais aqui).

Localização – A 31 km de Campinas e 84 km de São Paulo.

Itupeva se destaca principalmente pelas uvas: em dezembro, a Expo Uva premia as melhores uvas produzidas na região, e ao longo de todo ano é possível degustar vinhos e espumantes na Bramasole Vinho de Boutique.  Porém, a cidade também cultiva morangos e pêssegos e mantém uma produção de mel e cachaça. Um bom local para apreciar estes produtos artesanais é o Apiario Nona Emilia, localizado aos pés da Serra do Japi.  

Outras atrações – No caminho para Itupeva, ainda na Rodovia dos Bandeirantes, ficam dois dos parques mais famosos do país: Wet’n’Wild, com mais de 25 tobogãs, rampas molhadas e afins, e o Hopi Hari, dono da única montanha-russa de lançamento do país, que atinge até 86 km/h em 3 segundos. 

Localização – A 37 km de Campinas e a 72 km de São Paulo.

Com temperaturas sempre entre 18°C e 28°C, que favorecem o cultivo de ameixas, morangos e pêssegos, Jarinu já foi considerada a cidade com o segundo melhor clima do mundo pela Unesco. Assim como Atibaia, ela sedia nos meses de junho e julho a Festa do Morango. Já a Festa da Ameixa acontece em dezembro, com direito a passeios pelas plantações e apresentações culturais. Para cachaças, licores e doces feitos a partir das frutas, visite o Alambique Zanoni, em operação desde 1943, e o Alambique Ferrara, que produz a “Caninha Nova Ferrara” desde 1976.

Outras atrações – A história da cidade é relembrada no Centro Histórico e Cultural Divanir Vitório Contesini, uma pequena casa restaurada no centro que fica aberta apenas durante a semana. 

Localização – A 58 km de Campinas e a 68 km de São Paulo.

Dentre os municípios que fazem parte do Circuito das Frutas, Jundiaí é o que mais tem festas tradicionais. Conhecida como “Terra da Uva”, ela abriga cerca de vinte produtoras de vinho, que mostram seu trabalho durante a Festa da Uva e Expo Vinho, em janeiro (a edição deste ano foi cancelada devido ao aumento de casos de Covid-19), e a Festa do Vinho Artesanal, em agosto. A vinicultura faz parte da influência dos imigrantes italianos e portugueses, que chegarem em peso à região no final do século XIX – heranças celebradas durante a Festa Italiana, entre maio e junho, e na Festa Portuguesa, em agosto. Um desses colonos foi o italiano Galvão, cujo sítio foi transformado na Adega e Cervejaria Galvão. Além de produzir vinho e cerveja artesanal, o estabelecimento serve comida caipira em mesas ao ar livre. Outra opção viável o ano inteiro é a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, que produz café desde 1860 em uma área de 30 mil m² com lagos, trilhas e playground para as crianças. 

Outras atrações – Em janeiro de 2022, o Expresso Turístico da CPTM retomou as viagens a bordo de uma locomotiva de 1952 que parte da Estação da Luz, em São Paulo, com destino a Jundiaí (veja mais informações aqui). Se quiser ficar mais de um dia, o Sitio Serra das Paineiras, na Serra do Japi, organiza trilhas, observação de estrelas e sessões de yoga em meio à natureza.

Localização – A 39 km de Campinas e a 58 km de São Paulo.

Colada em Itatiba, Itupeva, Jundiaí e Vinhedo, Louveira se encaixa em diferentes roteiros pelo Circuito das Frutas e produz uva, caqui, pêssego, figo, ameixa e morango. Ela recebe a Festa da Uva em maio e, no mês seguinte, a Festa de Santo Antônio. O evento, que ocorre desde 1933, homenageia o co-padroeiro da cidade com comidas nordestinas, mineiras e caipiras. Para provar um vinho local, a Vinícola Micheletto organiza tours pelos parreirais com degustação no final e promove, em agosto, a Festa de Nossa Senhora da Abadia. A tradição remonta a 1920, quando uma imagem da santa foi deixada na fazenda – a devoção dos moradores é tamanha que 30 anos depois foi construída a Capela Nossa Senhora da Abadia, no centro da cidade. 

Outras atrações – A região tem trilhas de mountain bike de diferentes níveis de dificuldade, incluindo a Bica da Abadia, que cruza Jundiaí e Louveira. Aos finais de semana, o Hotel Fazenda Santa Monica organiza as saídas de bicicletas. 

Localização – A 27 km de Campinas e a 71 km de São Paulo.

Aos pés da Serra das Cabras, Morungaba é a única do circuito que não possui uma festa típica ao longo do ano. Por outro lado, ela se destaca pela produção de uva, figo, laranja, maracujá e pêssego, que muitas vezes dão origem a doces artesanais. Para degustá-los, dê uma passada na confeitaria Doces David, no centro. Do outro lado da rua, a Companhia das Ervas vende molhos, pimenta, conservas e temperos.

Outras atrações – Logo na entrada de Morungaba há um túnel natural de bambus altamente instagramável. Também chama atenção o Parque Ecológico Pedro Mineiro, aberto de quinta-feira a domingo e boa opção para fazer caminhadas. Na hora do almoço, faça uma parada no Stefano’s Fazenda, onde os adultos se deliciam com o buffet de comida caipira enquanto a criançada faz passeios de cavalo. Já o Hotel Fazenda Villa Gade é uma antiga fazenda de café transformada em hospedagem, com direito a lago para pesca.

Localização – A 42 km de Campinas e a 107 km de São Paulo.

Valinhos promove festas em homenagem às duas frutas pelas quais é conhecida: a Festa do Figo e a Expo Goiaba, ambas em janeiro (devido ao aumento no número de casos de Covid-19, em 2022, excepcionalmente, as celebrações acontecerão em março). Uma curiosidade é que a cidade é responsável por 80% de toda a produção de figo de mesa do Brasil, sendo que 15% acaba sendo exportada, especialmente para a Europa. Ao longo do ano, a Adega do Tio Mário permite conhecer as plantações e aprender mais sobre as duas frutas. 

Outras atrações – Fundado em 1972, o Observatório Abrahão de Moraes pertence ao Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo e promove visitas gratuitas mediante agendamento prévio. Nos finais de semana que coincidem com a Lua Crescente, o local realiza ainda a “Noite com as Estrelas”, oportunidade de aprender mais sobre os astros. O acesso é pelo município vizinho, Vinhedo. Boa opção para o passar o dia, o Camping Macuco tem opção de day use no parque aquático.  Para quem quer ficar mais de um dia com a família, a opção é o Camping Macuco, que tem opção de day use no parque aquático, lagos para pesca, trilhas e playground.

Continua após a publicidade

Localização – A 10 km de Campinas e a 85 km de São Paulo. 

Assim como Jundiaí, Louveira e Itupeva, Vinhedo também recebeu muitos imigrantes italianos da década de 1940 e floresceu economicamente através do cultivo da uva. No mês de fevereiro, a cidade promove a Festa da Uva e do Vinho, com áreas de degustação montadas pelos produtores locais. Um delas é a Adega Familia Ferragut, a maior de Vinhedo que é aberta ao público. O visitante tem acesso aos mais de cinco mil pés de uva e aos processos de produção do vinho e suco, mas é preciso agendar antecipadamente. 

Outras atrações – A cantina de mais de 30 anos Família Azzolin prepara massas caseiras e produz o próprio vinho. Ali, é possível agendar desde uma degustação mais simples, com seis rótulos da casa, até mais elaboradas, com rótulos importados.

Localização – A 22 km de Campinas e a 76 km de São Paulo.

Época e cidades produtoras de cada fruta:

Acerola Período: Agosto a Abril Cidades: Indaiatuba

Ameixa Período: Janeiro Cidades: Jarinu, Jundiaí e Louveira

Amora Período: Setembro e Outubro Cidades: Itatiba

Caqui Período: Fevereiro e Maio Cidades: Itatiba, Jarinu, Jundiaí, Louveira

Figo Período: Praticamente o ano todo Cidades: Valinhos e Louveira

Goiaba Período: Praticamente o ano todo Cidades: Valinhos e Louveira

Jabuticaba Período: Novembro Cidades: Jundiaí

Lichia Período: Dezembro e Janeiro Cidades: Louveira

Maracujá Período: Maio e Junho Cidades: Louveira

Morango Período: Junho a Outubro Cidades: Jundiaí, Jarinu, Itatiba e Louveira

Nectarina Período: Setembro a Novembro Cidades: Jarinu, Jundiaí, Itatiba, Louveira, Valinhos e Vinhedo

Pêra Período: Fevereiro e Março Cidades: Valinhos

Pêssego Período: Setembro a Novembro (florada de abril a junho) Cidades: Jarinu, Jundiaí, Itatiba, Louveira, Valinhos e Vinhedo *A florada é de abril a junho

Ponkan Período: Maio a Julho Cidades: Jundiaí, Louveira, Itatiba e Jarinu

Seriguela Período: Janeiro e Fevereiro Cidades: Valinhos

Uva Niágara Período: Dezembro a Fevereiro Cidades: Jarinu, Jundiaí, Indaiatuba, Vinhedo, Louveira, Valinhos, Itatiba e Itupeva

 

Calendário de eventos do Circuito das Frutas:

Janeiro: Jundiaí – Festa da Uva e Expo Vinho Valinhos – Festa do Figo e Expogoiaba

Fevereiro: Vinhedo – Festa da Uva e do Vinho

Abril: Itatiba – Festa do Caqui Indaiatuba – Festa das Frutas e Hortaliças

Maio: Louveira – Festa da Uva Jundiaí – Festa Italiana

Junho: Louveira – Festa de Santo Antonio Itatiba – Festa de São Pedro Atibaia e Jarinu – Festa do Morango Jundiaí – Festa Italiana

Julho: Indaiatuba – Festa das Nações Unidas (FENUI) Atibaia e Jarinu – Festa do Morango Jundiaí – Festa do Vinho Artesanal

Agosto: Indaiatuba – Festa da Tradição da Colônia Suíça Jundiaí – Festa do Vinho Artesanal

Setembro: Atibaia – Festa das Flores e do Morango Jundiaí – Festa Portuguesa

Outubro: Itatiba – Festa de San Gennaro

Novembro: Cavalgada do Circuito das Frutas

Dezembro: Itupeva – Expo Uva Jarinu – Festa da Ameixa

 

Leia tudo sobre São Paulo 

Busque hospedagem em São Paulo

imagem19-01-2022-00-01-43
imagem19-01-2022-00-01-43

Voos

imagem19-01-2022-00-01-43
imagem19-01-2022-00-01-43

Hospedagem

imagem19-01-2022-00-01-43
imagem19-01-2022-00-01-43

Aluguel de carro

imagem19-01-2022-00-01-44
imagem19-01-2022-00-01-44

Seguro viagem

imagem19-01-2022-00-01-44
imagem19-01-2022-00-01-44

Livros para viajar

 

 

Continua após a publicidade

1Manual do Viajante Latam cancela mais voos por alta de Covid-19 e Influenza2Matérias 10 hábitos brasileiros que enlouquecem os portugueses3Manual do Viajante Onde fazer testes de antígeno e RT-PCR (ATUALIZADO)4Brasil Expresso Turístico da CPTM retoma programação normal de viagens5Manual do Viajante Qual é a diferença entre teste de antígeno e o RT-PCR?

Fonte: viagemeturismo.abril.com.br/brasil/circuito-das-frutas-e-opcao-de-bate-volta-desde-sao-paulo