Turismo

Aena conclui transição operacional de 11 aeroportos

Divulgação Infraero

Aeroporto de Congonhas é o principal ativo arrematado pela Aena em 2022 que passou a ser administrado pela concessionária neste ano

Ao assumir 100% da operação do Aeroporto de Altamira (PA) nesta quinta-feira (30), a Aena Brasil concluiu a transição operacional de todos os aeroportos do bloco SP/MS/PA/MG, arrematados durante a sétima rodada de concessões, realizada em agosto do ano passado.

A concessionária espanhola, que já administrava desde 2020 seis aeroportos no Nordeste, passa a contar com um total de 17 equipamentos de infraestrutura no Brasil, marcando presença em nove Estados de quatro regiões do País, tornando-se responsável por cerca de 20% do tráfego aéreo nacional.

A transferência operacional dos aeroportos foi feita em etapas e envolveu visitas técnicas aos onze terminais com uma equipe de mais de 60 profissionais, que participaram de 40 reuniões com cerca de 100 stakeholders diferentes. A Aena Brasil também promoveu quase 14 mil horas de treinamento a mais de 170 profissionais que vão atuar nesses aeroportos.

No próximo mês, a Aena deve entregar à Anac os projetos de reforma, ampliação e modernização dos terminais arrematados, com previsão de entrega para 2026 (exceto para Congonhas, com previsão de entrega para 2028). Antes de assumir a operação desses ativos, a Aena Brasil já havia realizado pagamentos iniciais de R$ 3,3 bilhões previstos no leilão.

Aeroportos privatizados e administrados pela Aena Brasil

  • Congonhas (SP)
  • Recife (PE)
  • Maceió (AL)
  • João Pessoa (PB)
  • Aracaju (SE)
  • Campina Grande (PB)
  • Juazeiro do Norte (CE)
  • Campo Grande (MS)
  • Ponta Porã (MS)
  • Corumbá (MS)
  • Uberlândia (MG)
  • Uberaba (MG)
  • Montes Claros (MG)
  • Marabá (PA)
  • Carajás (PA)
  • Altamira (PA)
  • Santarém (PA).

Fonte: https://www.panrotas.com.br/100xbrasil/concessoes/2023/11/aena-conclui-transicao-operacional-de-11-aeroportos-arrematados-em-2022_201553.html