Tom Holland dá indícios de que poderá não viver mais o Homem-Aranha

Essa história está dando nos nervos! Depois da Sony ter se pronunciado sobre o fim de seu acordo da franquia de Homem-Aranha com a Marvel, foi a vez de Tom Holland entrar na jogada. O ator tomou uma atitude bem suspeita e deu a entender que poderá não voltar a viver o personagem. Eita! A situação está tão polêmica que seu próprio pai decidiu fazer um apelo na internet e até a filha de Stan Lee, um dos criadores de diversos heróis da MCU, comentou o assunto. 

Alguns fãs notaram que Tom deixou de seguir a Sony em seu Instagram. Estranho, né? Isso pode ter sido uma forma de manifestar sua opinião sobre a questão de forma indireta. É que como os dois estúdios não chegaram em um acordo, o destino de Peter Parker fica completamente indefinido, já que agora sua história está relacionada com a MCU.

Dessa forma, o ator foi bem afetado por esse impasse entre as empresas e precisará tomar uma decisão. Ele pode seguir interpretando o personagem nos filmes com produção exclusiva da Sony ou simplesmente desistir de dar vida ao herói. Vale lembrar que ainda é possível que os estúdios se entendam e assinem um novo contrato. 

Os fãs continuam bem tristes com o futuro do Homem-Aranha, e até o pai do ator decidiu se pronunciar. Em seu Twitter, Domicin Holland escreveu: “#SalvemHomemAranha”, mostrando estar indignado com a polêmica.

Por outro lado, Joan Celia Lee, a filha de Stan Lee, um dos criadores do Homem-Aranha, afirmou estar do lado da Sony. “A busca pelo controle total das criações de meu pai devem ser mediadas por outras empresas que, embora ainda busquem lucrar, têm respeito genuíno por Stan Lee e seu legado”, revelou ao TMZ. Além disso, JC também explicou que a Marvel não mostrou apoio após a morte de seu pai em 2018 e afirmou: “Desde o primeiro dia, eles nunca mostraram a ele ou ao seu legado qualquer respeito ou decência”. Complicado!

ENTENDA O CASO

De acordo com o Deadline, a Marvel sugeriu que os lucros dos filmes do herói fossem divididos pela metade entre cada estúdio, mas o acordo não foi aceito pela Sony. Antes, os direitos sobre o dinheiro arrecado com os longas estavam divididos entre a Marvel, com 5%, e a Sony, com 95%. Por conta disso, pode ser que o personagem não faça mais parte da MCU e não conclua a trajetória construída pelo estúdio. 

Fonte: capricho.abril.com.br/famosos/tom-holland-da-indicios-de-que-podera-nao-viver-mais-o-homem-aranha