Teresina reduz mortes violentas e feminicídios, aponta relatório- Viagora

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-PI), através do Núcleo Central de Estatísticas e Análise Criminal, representada pelo delegado da Polícia Civil, João Marcelo Brasileiro, apresentou, nesta segunda-feira (13), o relatório de criminalidade com os dados relacionados ao ano de 2019 no estado.

A solenidade ocorreu na sede da Acadepol e contou com a presença do secretário da Segurança, Fábio Abreu; da diretora de Gestão Interna da SSP, Anamelka Cadena; e o delegado-geral, Luccy Keiko Paraíba, além dos comandantes de batalhões da capital e delegados de Polícia Civil.

Secretário Fábio Abreu apresentando relatório

A capital do Piauí registrou, de 2014 para 2019, uma redução de mais 45% nas mortes violentas intencionais, segundo o Relatório de Criminalidade 2019, foram 204 vítimas a menos de 2014.

Já, de 2018 para 2019 a redução foi de mais de 25%. “A grande surpresa do anuário foi exatamente a contrariedade dos dados em relação às nossas projeções, nós estávamos prevendo o aumento de quase 3% no número de assassinatos no estado e ocorreu ao contrário. Vimos uma redução histórica na capital de mais de 25% em um ano, que acabou repercutindo na redução em todo o estado de 5,4%”, explica João Marcelo.

Para o secretário da Segurança, a redução de mortes na capital é um número recorde e o objetivo é manter a tendência de redução da violência para o ano de 2020.

“Nós reduzimos de forma recorde os índices de Teresina, mantemos a tendência de redução da violência. Apresentamos aqui dados que não são demonstrados no Anuário Nacional, porque queremos trabalhar em cima daquilo que mais o cidadão reclama, planejando ações junto aos comandantes e delegados para 2020. Este ano, sem dúvidas, teremos muito mais redução e controle, porque faremos mais ações de combate, com compra de novos equipamentos, mais estrutura, mais efetivo com novos concursos”, destaca Fábio Abreu.

De acordo com o relatório, Teresina registrou também uma redução, de 2018 para 2019, de quase 45% nos feminicídios, segundo o Relatório de Criminalidade 2019. “Na capital, teve a diminuição, e vemos isso como consequência das ações desenvolvidas pela secretaria de forma preventiva, incluindo os trabalhos das delegadas das mulheres. Os casos que chegam à polícia estão sendo evitados, graças a um trabalho de prevenção e disseminação dos vários meios de denúncias,” declarou o gestor.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/teresina-reduz-mortes-violentas-e-feminicidios-aponta-relatorio-79050.html