Surfista disputa Pan-Americano grávida: ‘Não podia perder essa chance’

Medalha de bronze na primeira prova de stand-up paddle (SUP) da história dos Jogos Pan-Americanos, a atleta paulista Nicole Pacelli, de 28 anos, comemorou em dose dupla. Vinte dias antes de competir, descobriu que estava grávida de dois meses e, com medo de ser cortada, não contou a ninguém. “Não podia perder essa chance”, alega. O Comitê Olímpico acabou sabendo um pouco antes da prova, pois a surfista foi sorteada para passar pelo exame antidoping. “Todos reagiram bem, mas não deixaram de me lembrar que eu não deveria estar surfando antes de completar três meses de gestação”, conta. Já de volta a Maresias, onde mora com o marido, Lapo Coutinho, também surfista, Nicole vai dar uma pausa nos treinos.

com Jana Sampaio e Bruna Motta

Publicado em VEJA de 21 de agosto de 2019, edição nº 2648

Fonte: veja.abril.com.br/blog/veja-gente/surfista-disputa-pan-americano-gravida-nao-podia-perder-essa-chance