STF decreta morte da prisão em segunda instância – Lula deve ser libertado

Antes de decretar a morte da prisão em segunda instância, Dias Toffoli lembrou em seu voto o julgamento do mensalão.

Foi na cobertura daquele julgamento dos mensaleiros que VEJA publicou uma de suas capas históricas, em 18 de setembro de 2013, quando o tribunal decidiu reabrir o caso para acabar retirando o crime de formação de quadrilha da pena dos réus.

Em tempo, Lula, Dirceu, Delúbio e muitos outros serão liberados.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/stf-decreta-morte-da-prisao-em-segunda-instancia-lula-deve-ser-libertado