Servidores do HRT encontram escorpião próximo a paciente

Servidores do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) encontraram um escorpião próximo a uma paciente, nesta segunda-feira (26/11). Segundo denúncia do funcionário ao Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde de Brasília (SindSaúde), a mulher estava de sandália e por pouco não foi picada.

A última dedetização da unidade ocorreu em maio de 2018. Em novembro, a Secretaria de Saúde (SES) fez a adesão ao contrato de desinsetização para atender toda a rede pública. “A unidade aguarda o início dos serviços previstos no documento, e tem reforçado a limpeza para evitar a presença de insetos que atraiam escorpiões”, reforçou o hospital, em nota.

A SES cita o Manual de Controle de Escorpiões, do Ministério da Saúde, e ressalta que a dedetização de um ambiente para exterminar escorpíões faz os animais saírem de seus esconderijos e ocuparem a superfície, permanecendo vivos.

Período chuvoso
De acordo com a secretaria, a incidência dos animais peçonhentos costuma aumentar no período chuvoso, devido a fatores como o aumento do volume de água nas galerias pluviais. Assim, os escorpiões “buscam abrigos mais seguros em construções humanas, muitas vezes acessíveis por conta da falta de tela em ralos e janelas, de rodo de vedação nas portas”.

Segundo a nota encaminhada pela SES, o aumento da temperatura na estação chuvosa torna os animais ainda mais ativos.