Volta às aulas: é hora de passar de ano ou de esperar a pandemia passar? – ViDA & Ação

Em meio à guerra de liminares em que se transformou a volta às aulas no Estado do Rio de Janeiro, uma coisa é certa: muitos pais, mães e responsáveis – e é claro, crianças e adolescentes – estão confusos. A retomada das atividades presenciais, que voltou a ser proibida na rede particular do Rio, num momento em que o grande número de casos e a alta taxa de letalidade por Covid-19 ainda assustam, é o tema do #PapodePandemia desta quarta-feira, dia 16 setembro, às 19 horas, no Facebook do Portal ViDA & Ação.

Os convidados especiais da jornalista Rosayne Macedo para esta 18ª edição da série de encontros virtuais são a médica pediatra Isabella Ballalai, da Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj), e o médico sanitarista Alexandre Chieppe, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ). O público pode enviar perguntas pelo chat em tempo real para os convidados ou pelo email papodepandemia@vidaeacao.com.br.

Uma das maiores autoridades no tema imunização no país, Isabella Ballalai está à frente da Comissão de Imunização da Soperj, que defende a volta imediata às aulas no Estado (veja abaixo). Ela é vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), a qual presidiu entre 2015 e 2018, e diretora-médica da Rede Vaccini. Alexandre Chieppe atua na saúde pública há 20 anos, tendo acompanhado diversas epidemias no Rio. É ainda diretor da Medlevensohn, distribuidora de testes rápidos, produtos e serviços para diagnóstico, monitoramento e tratamento de doenças.

Entenda a polêmica

A SES havia liberado a reabertura das escolas particulares de Ensino Fundamental e Médio a partir do dia 14 de setembro e chegou a criar um manual com orientações, mas uma decisão da Justiça do Trabalho no dia 10, a favor do Sindicato dos Professores, impediu a volta às aulas.

No último domingo (13), , e poucas escolas reabriram as portas na segunda. A polêmica divide

Acesse o link para a live, acione o lembrete e compartilhe com seus amigos!!!

Em um comunicado divulgado no fim de semana, a Sociedade de Pediatria do Estado do Rio de Janeiro (Soperj) defendeu o retorno às aulas. O documento “Lugar de Criança é na Escola” destaca que “crianças que contribuíram para o combate ao vírus, isoladas, no pior momento da pandemia, têm agora o direito de voltar à sala de aula”.

A Soperj afirma que “a pandemia ainda está desaquecendo no Brasil, que enfrenta diferentes momentos dentro do mesmo país”. “O município do Rio enfrentou o pico da epidemia no início de maio, e os números apresentam melhora desde então”, argumentou. O documento diz ainda que “o sistema público de saúde apresenta dificuldades previamente conhecidas, mas não se encontra mais tão sobrecarregado pela pandemia”.

Os prejuízos educacionais, pedagógicos e psicológicos e socioafetivos na infância e adolescência são indissociáveis entre si e têm na privação escolar um dos seus maiores determinantes”, completou. A Soperj destaca ainda “o esforço da escola em criar o ambiente mais seguro possível com a previsão de práticas de mitigação que forem necessárias”.

Fonte: www.vidaeacao.com.br/volta-as-aulas-papodepandemia

Coronavírus em Tempo Real