Hospital de Marabá alcança marca de 20 mil consultas; ortopedia é a mais procurada 

 São 24% de consultas a mais do que o registrado no mesmo período de 2021

O vaqueiro Laurêncio Pereira de Oliveira, 52 anos, sofreu uma queda do cavalo, na cidade de Piçarra, interior do Pará, e foi encaminhado para consulta ortopédica no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá. 

“Estava trabalhando quando sofri o acidente e acabei fraturando o braço direito”, contou Laurêncio. “Minha sorte é que fui socorrido rapidamente e o hospital tinha tudo o que eu precisava para me recuperar da queda”, acrescentou. 

O número de consultas especializadas, como a de Laurêncio, alcançou a marca de 20.198 só no hospital regional, entre janeiro e agosto deste ano. São 24% de consultas a mais do que o registrado no mesmo período de 2021, quando a unidade realizou 16.325 atendimentos. 

De acordo com o Serviço do Prontuário do Paciente, setor que controla e processa as informações dos usuários do hospital, as especialidades mais procuradas neste ano foram: ortopedia (3.740 consultas); fisioterapia (2.867); terapia ocupacional (2.190); neurocirurgia (2.044) e cirurgia geral (1.778). 

O médico Alexandre Rocha, diretor Técnico do HRSP, explica que o aumento das consultas na unidade pode estar relacionado a uma maior quantidade de vacinados contra a Covid-19, que agora, se sentem mais seguros para circular em lugares públicos, evitados durante a pandemia. 

“Ano passado, muitas pessoas evitavam procurar os serviços médicos nos hospitais com medo de contrair a covid-19. Com a conscientização e mais pessoas sendo imunizadas, a procura aumentou muito. Também se deve à reputação do hospital, que é referência para mais de 1 milhão de pessoas de 22 municípios”, evidenciou. 

Quanto à especialidade de trauma e ortopedia ser a mais procurada, o diretor explica que houve um aumento do atendimento às vítimas de acidentes de trânsito, domésticos e de trabalho. 

“Os motociclistas que sofreram acidentes lideram os atendimentos, seguidos de trabalhadores que caíram durante o serviço, e idosos acidentados em casa. No Regional de Marabá, esses pacientes recebem acompanhamento multiprofissional até a reabilitação completa”, explicou. 

Valdemir Girato, diretor Hospitalar da Pró-Saúde, destacou que o ambulatório do hospital oferece consultas em 20 especialidades. “Além das consultas, caso o médico solicite, o paciente pode realizar exames e procedimentos cirúrgicos na própria unidade”, informou. 

O diretor reafirmou que o aumento das consultas especializadas na unidade é fruto de um trabalho que envolve todos os profissionais que atuam no hospital, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde do Pará (SESPA). 

Os usuários atendidos no Hospital Regional do Sudeste do Pará são encaminhados pela Central Estadual de Regulação, que verifica disponibilidade da especialidade e envia o paciente. 

Especialidades

O Regional do Sudeste do Pará conta com especialidades de bucomaxilo, cardiologia, cirurgias geral, pediátrica, plástica, vascular e obstetrícia, clínica médica, nutrição, fonoaudiologia, terapia ocupacional, fisioterapia, infectologia, neurocirurgia, nefrologia, oftalmologia, urologia, pediatria, otorrinolaringologia e ortopedia. 

A unidade, que pertence ao Governo do Pará e é gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, atua como referência para mais de 1 milhão de pessoas em 22 municípios da região, prestando atendimento 100% gratuito pelo SUS (Sistema Único de Saúde).