Resumo de novela: capítulos de ‘Jezabel’, de 17 a 21 de junho

Iniciar o slideshow

CAPÍTULO 41 – TERÇA-FEIRA

Chorando sem parar e muito abalada, Queila fica falando com Baruch, já morto. Na sala do trono, na frente de Acabe e Jezabel, Hannibal conta que irá para Sarepta na companhia de Adad (João Pedro Novaes). Jezabel manda que Hannibal não fracasse e ao voltar esteja com Elias (Iano Salomão), vivo. Aisha fica sabendo pelo médico que seu quadro de saúde é delicado. De forma suave, Jezabel comemora. Elias surge e vê Queila devastada com a morte do filho. Furiosa, Queila mira olhar para Elias. Baruch é levado no colo pelo profeta até o quarto e posto em uma cama. Ao fazer uma reza para o Criador, Elias pede para que Baruch volte a viver. Ainda chorando, no chão, Queila aguarda na sala. A reza do profeta faz Baruch voltar a viver. O menino chama por Queila. Queila se surpreende ao notar que o filho está vivo quando ele vai às pressas ao seu encontro. Joana aos poucos não se lembra de sua origem, conta Samira (Laís Pinho) à irmã. Dido (Juliana Xavier) e Batnoam (Aline Prado) ironizam. Sidônio diz que o melhor que Joana deve fazer é ir embora do castelo sem que ninguém saiba. Receosa, Joana reflete. Obadias vai atrás da filha no castelo, mas não a acha. Sidônio e Joana deixam o castelo com a ajuda de Phineas (Eduardo Lago). Querendo rezar ao Criador, Eliseu (Ronny Kriwat) e outros profetas escalam o Monte Carmelo. Sem parar choram Barzilai, Emanuel (Henri Pagnoncelli), Micaías (Guilherme Dellorto) e Raquel. Diante da casa de Queila, Elias escuta alguém contar que chuva será enviada para cair em cima da terra. Elias mira para o céu ao dar um grande sorriso.

CAPÍTULO 42 – QUARTA-FEIRA

Queila vê o filho se divertindo perto de casa. O garoto anda apressado. Na cidade surgem Hannibal, Adad e outros oficiais. O menino está bem longe quando é chamado pela mãe. Hannibal, em cima do cavalo, pega Baruch do chão ao ser mais rápido quando Queila tenta alcançar Baruch. Queila dá um grito de desespero. Sidônio é questionado por Obadias sobre onde está Joana. O oficial conta que Joana foi embora porque quis e não foi obrigada. Acabe diz para Aisha seguir o que o médico pediu quando conta que irá montar a cavalo com Obadias. Sidônio conta a Phineas que ninguém deve saber que Joana está na taberna. Micaías rejeita Raquel quando ela faz de tudo para falar com ele. O pai de Raquel nota quando ela chora. Na sala do trono surgem Jezabel e Tadeu usando roupas da Fenícia. Jezabel afirma que Tadeu só verá a família depois que ela se banhar, quando ele pergunta. Jezabel dá as costas e passa a tirar as próprias vestes. Espantado, Tadeu passa a olhar para outro lado. Exausto, Obadias, à cavalo e na companhia de um oficial procura pasto, mas não acha. Obadias nota uma pessoa bem distante quando indica que irá retornar. Obadias vê Elias. Ao surgir na casa de Barzilai, Hannibal relata o encontro que teve com Queila e o filho, mas que não achou Elias. A Acabe, Obadias relata que não achou, que tudo estava morto e em seca. Ao falar que achou Elias, Obadias diz que precisa ter conversa com Acabe. Acabe desce do cavalo e chega perto de Elias ao se aproximar do profeta.

CAPÍTULO 43 – QUINTA-FEIRA

Elias desafia Acabe com o olhar e vice-versa. A Acabe, Elias conta que ele fez aliança com Baal porque não deu crédito a Deus. Acabe conta que sua reação foi para evitar que os assírios invadissem Israel. Ao encarar Acabe, Elias diz que a população de Israel deve se encontrar no Monte Carmelo ao lado de quatro dezenas de poste-ídolo de Aserá e 450 sacerdotes de Baal. Acabe pergunta se isso é para que durante o martírio eles percam a vida. Elias encara Acabe, vira-se contra ele e vai embora. Sem entender, Acabe vê Elias. Queila e Baruch se refugiaram próximos de Samaria, relata a Barzilai, Hannibal. Com emoção, Barzilai dá um sorriso. Sidônio deve ser forçado a entregar onde Joana está, diz Samira a Miguel (Igor Cosso). Sidônio beija Joana quando vai embora rumo a Jezreel. Nabote (Flávio Galvão) recepciona Jezabel e Tadeu em sua casa. A vinda de Jezabel deixa Hannah (Juliana Boeler) revoltada. Dido e o rei têm um caso, revela Jaali a Aisha. Queila fica sensibilizada ao rever Barzilai. Ele conta que ela e o menino têm que adentrar no vilarejo. Queila e o filho são encaminhados até a entrada da cidade por Barzilai, que relata que eles têm que adentrar sós no local, mas ele estará um pouco atrás deles. Micaías procura Raquel para que ela o perdoe. Com emoção, Micaías e Raquel trocam abraço de forma impulsiva. Hannah afirma que irá retornar para a casa que pertence aos seus pais, enciumada em relação a Tadeu. Queila passa a morar com Barzilai. Queila abre o jogo com Barzilai: o filho dela é também de Hannibal e esse é o motivo que ela não vai entregar o oficial para a rainha. Barzilai se espanta.

CAPÍTULO 44 – SEXTA-FEIRA

Quando descobre que Hannibal também é pai de Baruch, Barzilai fica desiludido. Elias chamou todos para se dirigirem ao Monte Carmelo, conta Barzilai a Levi (Leo Cidade), Queila e Baruch. Quando surge no Monte Carmelo, Acabe dá de cara com Elias. Todos vão notar que só existe um Deus, conta Elias ao se dirigir para uma parte mais marcada e falar ao povo de Israel. Pigmaleão (Ricardo Pavão) e Thanit (Monica Carvalho) rejeitam a fala do profeta. Ele e o rei se encaram. Elias diz que dois bezerros devem ser levados, que se cortem os animais em pedaços e ponham os bichos na lenha, porém sem atear fogo. Pigmaleão e Thanit ficam intrigados com relação à prova. Para Pigmaleão e Thanit, Elias conta que deve ser feito o seguinte: cada um vai chamar o seu Deus e aquele que colocar fogo na lenha será considerado o verdadeiro Criador. Diante do que presencia, Acabe não esconde o incômodo. Elias diz que deve-se gritar com mais força quando faz pouco caso dos seguidores de Baal e Aserá. A população deve chegar perto, diz Elias. Os profetas de Baal estão caídos exaustos ou não se sentindo bem quando Elias reconstrói o altar. Elias diz que na lenha e no holocausto deve ser jogada água. Na frente do altar, Elias se ajoelha e chama pelo Criador. Um grande maço de fogo atinge o holocausto e acaba com a lenha, pedras e água, fazendo, assim, em volta do altar uma roda de fogo. Acabe se espanta ao mesmo tempo em que todos ficam encantados, as mulheres trocam abraços e os oficiais festejam. Elias chega perto de Pigmaleão e Thanit, na beira do rio Quisom, e levando uma espada afirma que a dupla mentiu para a população de Israel e fez ainda o povo ficar “cego” e, por isso, não receber um castigo. Elias crava uma espada na barriga de Pigmaleão, o matando. Em seguida, tira a arma, tira a vida de Thanit e assassina todo aqueles que seguem os falsos deuses. Quando escalam o Monte, Acabe, Obadias, IB (Fábio Scalon) e Barzilai cruzam com os cadáveres. Ao despertar nu, na companhia de Jezabel, Tadeu fica sem recordar o que houve. Acabe está se arrumando para retornar ao castelo. Acabe manda que Obadias retorne para a cidade comunicando que Elias triunfou. Acabe conta que vai avisar a Jezabel quando retornar a Jezreel. À cavalo, Elias conta a Acabe que vai indicar o caminho para a cidade quando cai uma tempestade.

Veja todas as notícias de Novela Jezabel

Fonte: www.purepeople.com.br/noticia/resumo-da-novela-jezabel-capitulos-da-semana-de-17-a-21-de-junho_a268700/1