Rainha veta cães no palácio após Meghan Markle querer adotar vira-lata

Ao que tudo indica, Meghan Markle e o príncipe Harry estariam planejando adotar um cachorrinho para fazer companhia ao bebê Archie. Porém, segundo o site Radar Online, a Rainha Elizabeth II não estaria muito feliz com a possibilidade de um novo animal andando pelas dependências do Palácio de Buckingham e teria criado uma regra que proíbe novos cães pelo local, frustrando os planos do duque e da duquesa de Sussex.

“Harry e Meghan mudaram os seus escritórios para o Palácio de Buckingham e a rainha não quer um novo cachorro mexendo em seus tapetes”, disse uma fonte ao tabloide. “Além disso, os seus Corgis [raça dos cachorros de estimação de Elizabeth] comandam o local e não aceitam de forma amigável estranhos”, finalizou.

Ainda segundo a fonte, a rainha disse que Meghan pode fazer o que bem entender em sua nova casa, em Frogmore County, para onde ela e Harry mudaram pouco tempo antes de seu primeiro filho nascer, desde que não leve o cachorro ao palácio. “Meghan ficaria devastada com isso, pois resgatar animais é uma de suas paixões”, continuou. Antes de morar no Reino Unido, a duquesa já tinha adotado dois cãezinhos, Guy e Bogart. Em 2018, ela e o príncipe Harry já haviam adicionado um membro de quatro patas à família.

Os rumores de proibições por parte da rainha para Meghan e Harry não são recentes. Dizem que Elizabeth II chegou a vetar um livro de memórias que a duquesa gostaria de escrever. Porém, a gente sabe também que Bethinha já liberou algumas tradições para que a mamãe de Archie quebrasse. Um exemplo foi o chá de bebê dado pela ex-atriz em Nova York com a participação de vários de seus amigos famosos. Meghan também optou por não fazer as fotos oficiais do nascimento de seu primeiro filho logo após o parto e esperou alguns dias para fazer as imagens de seu primogênito.

Fonte: capricho.abril.com.br/famosos/rainha-veta-caes-no-palacio-apos-meghan-markle-querer-adotar-vira-lata