PSL dividido até na hora de soltar deputados presos na ALERJ

Quatro deputados do PSL na Assembleia Legislativa do Rio votaram para soltar cinco deputados estaduais presos na Operação Furna da Onça, braço da Lava-Jato.

Os votos de Coronel Salema, Gil Vianna, Gustavo Schmidt e Renato Zaca foram determinantes para a soltura dos colegas, que precisavam obter 36 votos para que fossem beneficiados. Obtiveram 39.

Ao todo, o PSL conta com 12 parlamentares na Casa. Agora, caberá à ALERJ expedir um ofício ao TRF-2, responsável pelo caso, para que sejam expedidos os possíveis alvarás de soltura e outras medidas cautelares.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/psl-dividido-ate-na-alerj