Projeto da LDO prevê redução do déficit da Previdência no Piauí

A Comissão de Fiscalização e Controle, Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) discutiu, nesta quarta-feira (12), o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) do próximo ano, que se encontra em tramitação na Casa.

De acordo com o superintendente do Tesouro Nacional, Antônio Luís Soares Santos, o déficit da Previdência no Piauí deve diminuir dos atuais R$ 1,1 bilhão para R$ 900 milhões em 2020.

A reunião, que foi presidida pelo deputado Nerinho (PTB), contou com a participação dos deputados Franzé Silva (PT), relator do PLDO, Henrique Pires (MDB), Evaldo Gomes (Solidariedade), Oliveira Neto (Cidadania) e Cícero Magalhães (PT), além do superintendente da Secretaria Estadual de Planejamento (Seplan), Vagner Ximenes, e do presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Agentes Penitenciários do Piauí, Constantino Júnior.

Em seu discurso, que abriu a audiência pública, o deputado Franzé Silva disse que a reunião era importante para que os parlamentares tomassem conhecimento com maior profundidade da Lei de Diretrizes Orçamentárias que irá orientar a elaboração do Orçamento do Estado para 2020, que chega à Casa no segundo semestre.

O superintendente da Seplan, Vagner Ximenes, explicou que a PLDO define as metas e as prioridades do Governo do Estado para 2020, relatando que o governador Wellington Dias (PT) orientou a equipe técnica que concentre esforços para o objetivo de elevar o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Piauí até o valor de 0,80 pontos, numa escala de 0 a 1. A escala do IDH é definida pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Vagner Ximenes afirmou ainda que o PLDO prevê receita e fixa a despesa total do Estado em R$ 11,8 bilhões; o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) em 2,5% por cento e a dívida consolidada líquida em R$ 4,6 bilhões.

Fonte: www.viagora.com.br/noticias/projeto-da-ldo-preve-reducao-do-deficit-da-previdencia-no-piaui-74931.html