Programas e Jogos de Treinamento Cerebral, quais os benefícios cognitivos que essas ferramentas podem trazer?

Não é de hoje que a ciência tenta desenvolver métodos de potencialização cognitiva. De choques elétricos a medicamentos, praticamente tudo é avaliado na tentativa de melhorar o desempenho intelectual das pessoas. Com o advento da tecnologia, a área de informática não poderia ficar de fora. Nos últimos anos, iniciou-se uma verdadeira corrida para desenvolver softwares capazes de nos tornar mais inteligentes.

Entre tantas que prometem resultados, as que possuem mais evidências científicas são as empresas Cognifit e Brain HQ. Essas empresas reuniram neurocientistas renomados e cientistas de tecnologia de informação para desenvolverem exercícios de treinamento cerebral. Após o desenvolvimento das ferramentas, inúmeros estudos foram realizados para validar a eficácia.

Quais os benefícios cognitivos que essas ferramentas podem trazer?

Elas conseguem otimizar, principalmente, a velocidade de processamento das informações e memória.

Velocidade de processamento é o tempo gasto entre receber as informações pelos órgãos sensoriais da audição, visão e outros sentidos e a formação completa da representação cerebral dessas informações, com pleno sentido e lucidez. De acordo com a equipe do Brain HQ:

“O processamento rápido e preciso das informações afeta diretamente as funções cognitivas ‘superiores’ – como a memória e a resolução de problemas. Quando o cérebro não consegue manter-se com a velocidade em que a informação está chegando, ele faz apenas representações parciais e ‘confusas’ dessas informações. Isso tem consequências de curto e de longo prazo. No curto prazo, pode levar você a não ouvir direito o que alguém disse, criando dificuldade para acompanhar, por exemplo, uma aula teórica. Você pode ainda perder um detalhe visual importante, ou interpretar mal uma expressão facial. No longo prazo, isso afeta a memória: seu cérebro tem apenas uma gravação confusa para confiar”.

Um dos maiores estudos científicos nessa área, conduzido por neurocientistas da Clínica Mayo e da Universidade do Sul da Califórnia, para determinar a eficácia dos exercícios cerebrais da empresa Brain HQ foi o estudo “impact” publicado na renomada revista científica Journal of de American Geriatrics Society.

Foram submetidos 487 participantes ao programa de treinamento com seis exercícios cerebrais. O programa de treinamento teve duração de 40 horas. Os resultados foram:

– Os participantes que usaram os exercícios aumentaram sua velocidade de processamento auditivo em 131%.

– Em média, as pessoas que usaram os exercícios experimentaram melhora na memória equivalente a aproximadamente 10 anos. Elas também tiveram ganhos estatisticamente significativos em quatro testes de memória usados no estudo.

– Três de quatro pessoas que usaram os exercícios notaram mudanças positivas em suas vidas diárias – talvez o resultado mais significativo de todos.

Além desse estudo, inúmeras evidências apontam que essas ferramentas são extremamente úteis na potencialização do desempenho cognitivo. Alguns benefícios são:

– Melhora significativa da atenção visual seletiva e da capacidade de atenção espacial;

– Aumento da precisão e atenção da visão e da audição, da massa branca na rede de atenção do cérebro, da ativação nas áreas cerebrais associadas com foco, atenção e capacidade de concentração.

Dicas de jogos e softwares para treinamento cerebral:

Os softwares das empresas Brain HQ e Cognifit são os mais testados e com mais evidências científicas. Porém, ferramentas mais simples e baratas, como o jogo do sudoko e palavras cruzadas são extremamente eficientes para estimular as redes neuronais e melhorar o desempenho cognitivo. O cérebro é como um músculo. Quanto mais o utilizamos mais forte e saudável ele ficará. Exercite seu cérebro, seja com as ferramentas de treinamento cerebral, seja com medidas simples, como alterar o caminho que você faz diariamente para o trabalho ou escola, aprender um instrumento musical ou uma língua estrangeira.

Sobre o Dr. Pablo Vinicius:

Formado em medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com residência em Psiquiatria pela mesma Instituição. Recebeu o título de especialização em Saúde Mental pela FIOCRUZ – RJ, especialista em Medicina do Sono pela Associação Brasileira do Sono e mestre em Ciências da Saúde, com área de atuação em neurociências, pela Universidade de Brasília (UnB). Possui experiência internacional na Universidade de Columbia – NY, EUA, onde realizou o Fellowship em Estimulação Magnética Transcraniana. Desde 2012 é professor universitário do curso de Medicina da FACIPLAC – DF e coordena o Internato em Saúde Mental.

Site:  http://pablovinicius.com.br/

Facebook: drpablovinicius

INSTAGRAM: drpablovinicius

Instituto PARC: Endereço: SEPS Q 715/915, Edifício Pacini, Asa Sul, Brasília/DF, CEP: 70297-400, Central de Atendimento (61) 99275 0931, email: [email protected]