Presidente do Palmeiras boicota reunião do Paulistão: ‘Torneio pequeno’

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, confirmou nesta sexta-feira que não irá a uma reunião do Campeonato Paulista, dia 23, na sede da Federação Paulista de Futebol. O dirigente cortou relações com a FPF desde a final do Paulistão 2018 – vencida pelo Corinthians.

O Palmeiras alega ter sido prejudicado por suposta interferência externa na anulação de um pênalti durante a final contra o Corinthians. Sem apoio da FPF na investigação, Maurício Galiotte resolveu cortar relações com a entidade.

“Não vou para a federação. O que decidirem lá, estará decidido. Não estou preocupado. Eles que façam o trabalho deles. O Palmeiras vai entrar em campo e administrar este campeonato”, disse, em entrevista à rádio Jovem Pan, nesta sexta.

Galiotte também não rechaça a possibilidade de jogar o Paulistão com um time alternativo. “Não posso jogar com a equipe inteira sub-20 porque o regulamento não permite. Eles deixam só alguns, acho que cinco. Vamos conversar com o Felipão e definir o planejamento. Para o projeto do Palmeiras, o Paulista é um campeonato pequeno. Temos que trabalhar em outras frentes”, concluiu.