ONG doa alimentos para mais de 2 milhões de brasileiros

Foto: Reprodução/Folha de São Paulo 05 de setembro de 2020 | 17:40 brasil

O número de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza no Brasil já era crescente nos últimos anos e, após a pandemia da Covid-19, cresceu ainda mais rapidamente. Por conta desta situação, a Ação da Cidadania intensificou sua atuação na doação de alimentos e deu início em março à campanha #AçãoContraoCorona, que até o momento já auxiliou mais de 2 milhões de pessoas.

Para movimentar esta campanha, a ONG, fundada pelo sociólogo Betinho nos anos 1990, contou com o apoio de pessoas físicas e jurídicas, além de parcerias com empresas privadas. Diversos canais foram disponibilizados para receber doações, que já se aproximam de R$ 30 milhões, entre recursos e produtos.

“A crise desencadeada pela pandemia estimulou a solidariedade de muitos brasileiros, que entenderam a urgência em ajudar neste momento e pudemos alcançar essa cifra de quase R$ 30 milhões. Infelizmente temos milhares de pessoas vivendo com pouco ou nada em nosso país, em números que já eram altos e crescentes antes mesmo da chegada do Covid-19”, declara Daniel Souza, presidente do conselho da Ação da Cidadania.

No início deste ano, a Ação da Cidadania foi a primeira ONG a fechar uma parceria com o iFood para receber doações através da plataforma de entregas.

Com poucos cliques, os usuários podem destinar fundos que são revertidos para a compra de cestas básicas, entregues a pessoas em situação de vulnerabilidade social em todo o Brasil. Com esta parceria, o iFood já repassou cerca de R$ 3 milhões em doações.

A Ação da Cidadania também foi a primeira a fechar uma parceria para doações através do aplicativo de pagamentos AME Digital. Basta o usuário acessar sua conta digital, entrar na aba transações e depois doações. A ONG está na categoria “alimentação para todos”. Depois é só clicar e doar.

A campanha #AçãoContraoCorona também conta com o apoio do Programa Mundial de Alimentos (WFP), Food and Agriculture Organization (FAO), UNESCO, Unicef, ACNUR, Movimento Bem Maior, Fiocruz, CNBB, Universo Americanas, Mastercard, PagSeguro, UOL, B3, Postos ALE, TikTok, Facebook, CBF, General Mills, Coca-Cola, Sitawi, Camil, Copa do Nordeste, dentre dezenas de outras empresas e instituições.

Folha de S. Paulo

Fonte: politicalivre.com.br/2020/09/ong-doa-alimentos-para-mais-de-2-milhoes-de-brasileiros

Coronavírus em Tempo Real