Governo Bolsonaro barra diretor-geral da PF de Moro e nomeia delegada para adida em Portugal

Foto: Dênis Ferreira/Estadão Maurício Valeixo 25 de junho de 2021 | 09:22 brasil

Saiu no Diário Oficial da União desta quinta (24) a nomeação da delegada Cecilia Silva Franco como adida da Polícia Federal na Embaixada do Brasil em Lisboa, Portugal.

Cecília Franco foi escolhida após o governo de Jair Bolsonaro barrar a nomeação de Maurício Valeixo, ex-diretor-geral da PF no período em que Sergio Moro esteve no Ministério da Justiça.

A indicação de Valeixo ficou mais de um ano parada na Casa Civil. Ele deixou a chefia do órgão em meio à crise causada pelas acusações feitas pelo ex-ministro sobre suposta interferência de Bolsonaro na polícia.

O delegado chegou a prestar depoimento no inquérito aberto para apurar as suspeitas levantadas por Moro –o caso está até hoje em andamento.

Ele confirmou que soube do interesse do presidente em ter um diretor de sua relação pessoal, mas que interferência, em sua concepção, não chegou a ocorrer na prática durante a sua gestão, já que não foi efetivada nenhuma nomeação “com interesse sobre uma investigação específica”.

Painel/Folhapress Voltar para a página inicial

Fonte: politicalivre.com.br/2021/06/governo-bolsonaro-barra-diretor-geral-da-pf-de-moro-e-nomeia-delegada-para-adida-em-portugal