Deputado agride o ministro Alexandre de Moraes e o xinga de “lixo” e “canalha”

O deputado federal bolsonarista Otoni de Paula (PSL-RJ) reclamou da investigação contra as fake news pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e agrediu o ministro Alexandre de Moraes, chamando-o de “lixo” e “canalha”.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, Otoni começa reclamando que o “blogueiro” Oswaldo Eustáquio foi liberado da prisão, depois de ser pego perto da fronteira com o Paraguai, mas permanece proibido de utilizar as redes sociais, conversar com outros investigados e de chegar perto da Praça dos Três Poderes.

Eustáquio atua nas redes sociais atacando o STF, defendendo as manifestações golpistas feitas pelo grupo “300 do Brasil” e o uso da cloroquina no tratamento de Covid-19.

Para Otoni de Paula, Alexandre de Moraes, que é o relator do inquérito das fake news “é um déspota”, “é um tirano, é alguém que passa por cima das leis para o seu bel prazer. Isso é Alexandre de Moraes”. “A cada dia está com menos respeito da população brasileira. Por isso, é chamado de cabeça de ovo, cabeça de piroca”.

Otoni também é investigado pelo inquérito e teve seu sigilo bancário quebrado na investigação sobre o financiamento e a divulgação das manifestações golpistas.

Hora do Povo – Foto: Reprodução

Coronavírus em Tempo Real