Partido de Bolsonaro quer que PGR investigue esquema de fake news

Gustavo Bebbiano, presidente nacional do Partido Social Liberal (PSL) afirmou neste sábado (20) que o PSL irá ingressar com uma ação na Procuradoria Geral da República (PGR) para que seja investigado o suposto esquema de disseminação de fake news por meio de WhatsApp contra o partido adversário, o PT, que estaria sendo financiado através de caixa 2.

Quando o fato foi noticiado na imprensa Gustavo Bebbiano negou as acusações contra Jair Bolsonaro e disse que se tratava de uma denúncia caluniosa, que nem mesmo o partido ou a campanha do candidato se prestariam a fazer isso.

Por outro lado, Fernando Haddad cobrou providências e disse que vem sendo afetado com calúnias de seu adversário Jair Bolsonaro. Haddad também quer que as investigações sejam conduzidas e pede punição aos responsáveis.