Painel de Aves de Rapina traz trailer inédito e poder feminino

O primeiro dia de CCXP se encerrou nesta quinta-feira, 5, com surpresas e muita gritaria durante o painel da Warner Bros para o filme Aves de Rapina. O público teve acesso, com exclusividade, à cena de abertura e ao trailer oficial do novo longa da DC, que estreia nos cinemas em 6 de fevereiro de 2020 – e promete trazer Arlequina reformulada e muito poder feminino.

Margot Robbie, a atração mais aguardada da noite, subiu ao palco acompanhada do restante do elenco e da diretora Cathy Yan, enlouquecendo a platéia que empunhava martelos infláveis distribuídos pela produção do evento em referência à sua personagem.

A primeira surpresa veio com a exibição da cena de abertura de Aves de Rapina. Filmagens foram terminantemente proibidas, mas o público deleitou-se com cenas em que a anti-heroína garante ter deixado o Coringa para trás de uma vez por todas. Arlequina parece reconhecer o teor tóxico do relacionamento, e lida com isso da melhor maneira que conhece: com muita explosão e vingança.

O trailer veio um pouco depois e mostrou um forte teor feminista, com a união de mulheres e a luta por autonomia e poder em Gotham roubando a cena. “Feminismo não é só para as mulheres. Homens podem ser feministas também. Se você é um cara e é feminista, quero te ouvir gritar”, disse Margot, acompanhada de gritos histéricos da plateia.

As cenas mostraram ainda sequências poderosas de luta. Para executar os movimentos com fidelidade, as atrizes passaram por meses de treinamento em artes marciais. “Estou pronta pra encontrar Amanda Nunes ou Anderson Silva”, brincou a atriz Rosie Perez, em referência a famosos lutadores brasileiros.

Para encerrar a noite, o elenco se juntou para uma selfie com a plateia ao fundo. Mari Moon, que comandava a entrevista, puxou gritos de “Arlequina”, prontamente acompanhados pelo público. Se a bilheteria for proporcional à empolgação dos fãs, o filme será, sem dúvidas, um grande sucesso.

Fonte: veja.abril.com.br/entretenimento/painel-de-aves-de-rapina-traz-trailer-inedito-e-poder-feminino