Os bastidores da nova baixa de Carlinhos Maia

Ele já debochou da depressão de Whindersson Nunes e fez piada sobre um morador de rua americano. Nada disso pegou bem, é claro: a carreira de Carlinhos Maia no inefável ofício de “influenciador” anda balançando. Ele não será mais agenciado pelo empresário Kaká Diniz, marido da sertaneja Simone (da dupla com Simaria). A saída não foi amigável, ao contrário do que o “artista” alega. O empresário abandonou o barco porque Maia era visto como arrogante e pouco compromissado, e seria resistente a investir em outras mídias. “Hoje, 100% da grana dele vem do Instagram e de shows. Esse negócio não é sustentável a longo prazo”, diz uma pessoa envolvida no divórcio artístico. De toda forma, o cachê de Carlinhos segue nas alturas: 60 000 reais por um “pacote” de três stories no Instagram.

Publicado em VEJA de 24 de julho de 2019, edição nº 2644

Fonte: veja.abril.com.br/blog/veja-gente/os-bastidores-da-nova-baixa-de-carlinhos-maia