OAB-DF considera ‘grave’ situação de Janot

Não é nada bom o clima na OAB do Distrito Federal em relação ao ex-procurador-geral Rodrigo Janot.

Presidente do Tribunal de Ética da entidade, Antônio Alberto do Vale Cerqueira considera o caso um dos “mais graves” e que tem enorme “reverberação social”.

Difícil que ele escape da suspensão do direito de advogar. O caso de Janot é considerado tão extremo para os integrantes da OAB que existe até mesmo a possibilidade de o ex-procurador-geral ser suspenso de forma cautelar por uma decisão monocrática do presidente da Ordem, Délio Lins e Silva, sem esperar o julgamento do tribunal, marcado para o dia 5 de novembro.

As revelações feitas por Janot em seu livro e em entrevistas, no qual revelou um desejo no passado de ter assassinado o ex-ministro do STF Gilmar Mendes, tornou delicada sua situação e pode comprometer seu exercício da advocacia.

Foram dois os pedidos protocolados na OAB para que Janot tenha carreira de advogado interrompida: do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, e do senador Renan Calheiros.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/oab-df-considera-grave-situacao-de-janot