Ruptura dos Santos com Sampaoli se deu há dez dias

Jorge Sampaoli perdeu de vez a confiança da diretoria do Santos há 10 dias, quando líderes do elenco foram instruídos pelo técnico argentino a cobrar publicamente os atrasos de salários do clube.

O presidente José Carlos Peres foi intimado, nos microfones, a quitar as dívidas com o elenco e a prestar esclarecimentos no CT Rei Pelé.

A partir daí, a cúpula do Santos jogou a toalha sobre a permanência e começou a traçar a estratégia jurídica para, ao menos, lucrar com a saída, por meio do pagamento da multa rescisória — 13 milhões de reais incluindo Sampaoli e comissão técnica.

Os atrasos salariais e a desorganização da diretoria do clube, somados à falta de perspectiva de altos investimentos em reforços para 2020, foram as justificativas do argentino para não seguir na Vila Belmiro.

Fonte: veja.abril.com.br/blog/radar/ruptura-do-santos-com-sampaoli-se-deu-ha-dez-dias-entenda