No Piauí, ações do Setembro Amarelo se intensificam após casos de suicídios do Estado serem o dobro da média nacional

Os casos de suicídio no Piauí já chegam a ser o dobro da média brasileira. Enquanto no país são registradas 5,6 mortes por suicídio a cada grupo de 100 mil habitantes, no Piauí os casos alcançam uma média de 10 mortes a cada 100 mil habitantes. Os dados são do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM), realizado de acordo com as declarações de óbito entre os anos de 2010 e 2017.

Diante das estatísticas, o sistema de saúde deve estar preparado para amparar o paciente que necessita de atendimentos em casos de ideação e tentativa de suicídio. No Piauí, ações preventivas estão ocorrendo frequentemente, como afirma a psicóloga Virgínia Pinheiro, gerente de Saúde Mental do Estado.

“Temos desenvolvido várias atividades no Piauí, dentre elas qualificações para prevenção e promoção em Saúde Mental, Vigilância e Assistência à Saúde. Essas são ações presentes no Plano Estadual de Prevenção ao Suicídio com a finalidade de qualificar profissionais na perspectiva de prevenção ao suicídio e promoção à saúde mental”, explica Virgínia.

As ações iniciaram junto com o mês da campanha do Setembro Amarelo, que busca conscientizar a sociedade sobre a prevenção ao suicídio.  No primeiro momento, a profissionalização ocorreu na região Vale do Rio Guaribas, com os profissionais da atenção à saúde mental, atenção básica, vigilância epidemiologia e profissionais da mídia.

Já o segundo módulo, na mesma localidade, será com profissionais da Rede de Urgência e Emergência nos dias 26 e 27 de setembro. Além disso, os profissionais de Parnaíba, Floriano, São Raimundo Nonato e Teresina estão participando de oficinas para capacitação da prevenção.

As atividades acontecem até dezembro, quando a qualificação irá focar nos territórios com maiores taxas de tentativas e óbitos por suicídio.

Fonte: O Dia

Fonte: www.piauiemfoco.com.br/piaui/no-piaui-acoes-do-setembro-amarelo-se-intensificam-apos-casos-se-suicidios-do-estado-serem-o-dobro-da-media-nacional