Xi convoca trabalhadores a construir a moderna China socialista

Xi Jinping, saudou os trabalhadores chineses pela sua data festiva, o 1º de Maio (VCG)

O presidente Xi Jinping exortou os trabalhadores a assumirem a liderança e se dedicarem “com confiança à grande causa de fazer da China um país socialista moderno em todos os aspectos e realizar o sonho chinês de revitalização nacional”.

Xi Jinping dirigiu mensagem de saudação aos trabalhadores chineses pela sua data festiva, o 1º de Maio, dando-lhes os parabéns por terem vencido os desafios e superado as circunstâncias adversas trazidas pela pandemia de Covid-19.

Agradeceu, em nome da China e do Partido Comunista da China, à gigantesca contribuição para o desenvolvimento do país e da causa do Partido dada pelos trabalhadores chineses.

O presidente chinês instou, ainda, a que, em todas as instâncias do país, sejam protegidos os direitos e interesses legítimos dos trabalhadores.

O que, além de uma questão de justiça e igualdade, é também uma questão de desenvolvimento econômico e fortalecimento do mercado interno.

Os cinco dias de feriado do Dia Internacional do Trabalho se tornaram este ano na China em uma enorme comemoração pelo controle da pandemia e pela retomada da vida normal.

Retomada que pode ser vista nos recordes de passagens compradas e gastos no consumo que tinham sido impossibilitados pela pandemia, mas que foi contida pela ‘guerra popular científica’ à Covid, antes mesmo que houvesse vacina.

Na China, mais que qualquer outra coisa neste momento, o significado do 1º de Maio é os trabalhadores e as pessoas em geral podendo voltar a fazer muitas coisas que deixaram de lado no duro ano que passou.

As passagens aéreas e por ferrovia tiveram um aumento de cerca de 20% em relação a 2019, o ano que antecedeu a pandemia. Também deram um salto as reservas de hotéis, ingressos em pontos turísticos e bilheterias de cinema.

Essa retomada do consumo tem um significado ainda mais importante, dentro da estratégia da dupla circulação, que alia o reforço do mercado interno com o aprofundamento do comércio multilateral ganha-ganha.

No primeiro trimestre, as vendas no varejo cresceram 33,9% com relação ao ano anterior, ou um aumento de 8,5% em comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados oficiais.O consumo do segundo trimestre na China vai se recuperar para o nível de 2019 e até superá-lo se não houver ressurgimento da Covid-19 na China, disse Dong Dengxin, diretor do Instituto de Finanças e Valores da Universidade de Ciência e Tecnologia de Wuhan, ao Global Times.

“O consumo será o principal impulsionador do crescimento este ano, ocupando uma proporção maior do PIB neste ano”, disse Dong, prevendo que o crescimento econômico da China se recuperará para 7 a 8 por cento, com uma taxa de crescimento mais alta no primeiro semestre.

Wu Zunyou, epidemiologista-chefe do Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças (CDC), após assinalar que a contenção do coronavírus do país está em boa forma, sem casos de transmissão doméstica, alertou porém que é preciso manter o alerta.

Fonte: horadopovo.com.br/xi-convoca-trabalhadores-a-construir-a-moderna-china-socialista