World Press Cartoon 2020 "desmascara" censura

Apesar das máscaras obrigatórias, o coronavírus não conseguiu impedir a realização da décima quinta edição do World Press Cartoon, nas Caldas da Rainha.

Um certame com o acento posto na defesa da liberdade de imprensa e de expressão, como destacou o alemão Frank Hoppmann, que conquistou o Grande Prémio com uma caricatura de Boris Johnson.

É realmente um problema, o facto dos jornais imprimirem cada vez menos sátiras, cartoons e caricaturas. É uma questão de liberdade de expressão e, se os jornais ignoram isso – porque nalguns países é completamente ignorada e mesmo censurada -, então temos um problema muito grande. FRANK HOPPMANN Vencedor do Grande Prémio WPC 2020

Esta edição premeia trabalhos realizados em 2019, ano em que os cartoonistas foram particularmente visados pela censura, nomeadamente na dita “terra da liberdade”, os Estados Unidos.

A situação da pressão sobre a liberdade de expressão cria um clima que não é, de facto, bom para o cartoon. Há vários cartoonistas despedidos, há outros censurados, há outros presos, há outros exilados… Eu acho que quem gosta de liberdade, só pode gostar de cartoons e, portanto, temos que fazer essa luta e trazer o público connosco é o nosso desafio. ANTÓNIO ANTUNES Cartoonista e diretor do World Press Cartoon

Para além dos desafios à liberdade de imprensa, os 280 trabalhos escolhidos dos cerca de 1000 submetidos a concurso cobrem os grandes temas da atualidade, do clima à crise migratória, passando pela guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, que valeu ao brasileiro Cau Gomez um segundo prémio na categoria de Cartoon Editorial.

View this post on Instagram

Dividindo com vcs a informação sobre mais um valioso prêmio internacional: 2⁰ Lugar na categoria Prize EDITORIAL CARTOON. World Press Cartoon 2020 – Caldas da Rainha / Portugal. Em tempo: a charge foi publicada na edição impressa e digital do jornal A Tarde. Agradeço imensamente o apoio e a consideração da equipe/editoria de Arte, dos editores da página de Opinião e da direção da Redação. #worldpresscartoon #cartoonart #illustration

A post shared by Cau Gomez (@caugomez.art) on Sep 21, 2020 at 6:17pm PDT

O registo fala sobre a ascensão da China, que incomoda profundamente os americanos, que sempre tiveram um império, sempre tiveram privilégios. Alguns países, principalmente da América Latina, estão pagando a conta dessa disputa o tempo inteiro. O efeito colateral disso está sendo sentido pelos países menos privilegiados. CAU GOMEZ 2º Prémio, Cartoon Editorial

Pedro Silva
Pedro Silva
Caricatura de Christine LagardePedro Silva

O World Press Cartoon questiona também a crescente dependência das redes sociais, denunciadas como vetores de transmissão de um número crescente de “fake news”.

Apenas três dos nove galardoados puderam marcar presença, devido às restrições ligadas à pandemia de coronavírus. Os restantes seis participaram na cerimónia de entrega dos prémios através de ligações video à distância.

Esta edição contou, pela primeira vez, com trabalhos publicados na internet e não apenas em papel.

Foi o caso da caricatura premiada da presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, pela mão do português Pedro Silva, difundida na plataforma Cartoon Movement.

No que diz respeito ao jornal impresso, como nós o conhecemos tradicionalmente, é verdade que tem havido cada vez menos publicações e, portanto, quem gosta de desenhos, quem gosta de fazer cartoons, caricaturas, cada vez mais tem de recorrer a este tipo de plataformas e aí consegue chegar a todo o lado. Pedro Silva 3º Prémio, Caricatura

Inaugurada logo apos a cerimónia de entrega dos prémios, a 19 de setembro, a exposição do World Press Cartoon estará aberta ao público no Centro Cultural e de Congressos das Caldas da Rainha ate ao dia 15 de Novembro.

Inicialmente prevista para o mês de Maio, a edição de 2020 do World Press Cartoon viu-se forçada a um adiamento até Setembro devido à pandemia de coronavírus.

Um coronavírus que marcou assim presença como convidado “indesejado” nesta edição, mas que terá certamente lugar de honra e estará omnipresente nos cartoons que serão apresentados na edição de 2021.

View this post on Instagram

GRAND PRIX Wpc awards 2020

A post shared by WORLD PRESS CARTOON (@worldpresscartoon.oficial) on Sep 20, 2020 at 9:09am PDT

Grande Prémio – Frank Hoppmann, Alemanha

Categoria Caricatura:

1º Prémio – Frank Hoppmann, Alemanha

2º Prémio – Darío, México

3º Prémio – Pedro Silva, Portugal

Categoria Cartoon Editorial:

1º Prémio – Aytos, Turquia

2º Prémio – Cau Gomez, Brasil

3º Prémio – Kountouris, Grécia

Categoria Desenho de Humor:

1º Prémio – Georgopalis, Grécia

2º Prémio – PX Molina, Nicarágua

3º Prémio – Listes, Croácia

Fonte: pt.euronews.com/2020/09/24/world-press-cartoon-2020-desmascara-censura

Coronavírus em Tempo Real