‘Única Copa que o Brasil perdeu e não fiquei triste’, diz pai de menina que nasceu no dia do 7 a 1 | Ribeirão Preto e Franca

“Eu cheguei da maternidade, que eu estava desde manhã, cheguei em casa, deitei no sofá para descansar e dormi. Quando eu acordei e olhei na televisão, estava 5 a 0. Eu gritei para a minha mãe e ela falou que foi uma tragédia. E ainda tomou mais 2. Mas eu estava com peito estufado, feliz da vida. Foi maravilhoso, minha filha nasceu, eu estava totalmente tranquilo, não senti. Via a tristeza nas pessoas, a gente vai no bar, vai no posto, e eu não consegui sentir essa tristeza.”

Fonte: https://g1.globo.com/sp/ribeirao-preto-franca/noticia/2022/11/24/unica-copa-que-o-brasil-perdeu-e-nao-fiquei-triste-diz-pai-de-menina-que-nasceu-no-dia-do-7-a-1.ghtml