Rússia reforça intercâmbio com países asiáticos – Hora do Povo

Lavrov recebeu Zhang Ming, secretário da Organização de Cooperação de Xangai, em Moscou (Imago-Itar-Tass)

Lavrov se encontrou com dirigentes da Organização de Cooperação de Xangai

Em reunião com o secretário da Organização de Cooperação de Xangai (OCS), Zhang Ming, o ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, destacou nesta quarta-feira a importância de aumentar o intercâmbio entre as nações que compõem o bloco asiático.

Referindo-se à necessidade de fortalecer o papel da OCS nos assuntos globais e regionais para ajudar a conformar uma ordem mundial multipolar, a Chancelaria russa descreveu o intercâmbio entre os dois dirigentes como “profundo” e destacou que eles abordaram temas-chave no contexto atual, destacando “a importância de promover a interação diversificada dentro da organização”.

O secretário-geral da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), Stanislav Zas,  que também participou da reunião, disse que as partes discutiram as preocupações que existem em relação à expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), em alusão a que embaixadores da Finlândia e da Suécia em Bruxelas entregaram ao secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, na quarta-feira (18), pedido de ingresso na aliança criada no tempo da Guerra Fria sob o pretexto de se oporem à operação da Rússia de desmilitarização e desnazificação da Ucrânia.

Zhang Ming destacou, por sua vez, que a expansão da OTAN – aliança militar fundada em 1949 com base na hostilidade à União Soviética e que, após o fim da URSS, continuou a ser controlada por Washington -, como sempre não oferece segurança, mas cria conflitos e confrontos.

O dirigente da OCS observou que a referida entidade foi formada sob a mentalidade da Guerra Fria e ressaltou que os países que defendem sua soberania não desejam que essas ideias se espalhem pelo mundo.

Entre outros pontos da reunião, os representantes falaram sobre a ideia de estabelecer uma Grande Associação Eurasiática com países da União Econômica Eurasiática, a Associação das Nações do Sudeste Asiático, além de outros países e associações multilaterais.

A Organização de Cooperação de Xangai é uma aliança internacional formada em 2001 que inclui  Índia, China, Cazaquistão, Quirguistão, Paquistão, Tadjiquistão, Uzbequistão e Rússia. Em termos de abrangência geográfica e de população, é a maior organização regional   do mundo, cobrindo aproximadamente 60% da área da Eurásia e 40% da população mundial.

Fonte: horadopovo.com.br/russia-reforca-intercambio-com-paises-asiaticos