Jamaica ocupa todo o pódio na prova feminina dos 100 metros rasos – Hora do Povo

Shelly-Ann Fraser-Pryce, prata; Elaine Thompson-Herah, ouro e Shericka Jackson, bronze. (Reuters/Lucy Nicholson)

A final dos 100 metros rasos femininos disputada neste sábado(31) levou ao pódio três atletas do mesmo país, feito nada comum em qualquer modalidade, mas para as esportistas da Jamaica é a afirmação de um talento que virou marca da pequena ilha caribenha. O feito já havia sido conquistado nos Jogos de 2008, em Pequim, e ao menos duas jamaicanas subiram ao pódio respectivamente em 2012 e 2016.

A medalhista de ouro no Rio, em 2016, Elaine Thompson-Herah, 29 anos, conquistou o bicampeonato olímpico em Tóquio e, ainda por cima, bateu o recorde olímpico ao registrar 10s61, fato que representa o segundo melhor tempo de toda a história.

A também jamaicana Shelly-Ann Fraser-Pryce ganhou a medalha de prata com 10s74 e Shericka Jackson com 10s76 levou o bronze.

“Meu peito dói de tanto que eu gritei. Estou tão feliz. Eu passei por tanta coisa. Meu Deus, estou sem palavras. Estou grata por conseguir me preparar bem e vir aqui defender meu título. Eu sei que tinha esse tempo (do recorde) em mim. Passei por altos e baixos por causa de lesões.

Mantive a fé todo esse tempo. Ainda não sei como vou lidar com isso”, disse Elaine.

O feito das jamaicanas foi saudado pelo maior nome da história do esporte no país, o ex-velocista e recordista mundial nos 100 metros rasos masculino, Usain Bolt, aposentado depois de uma lesão que o impediu de continuar sua brilhante carreira.

Fonte: horadopovo.com.br/jamaica-ocupa-todo-o-podio-na-prova-feminina-dos-100-metros-rasos