Berlim alerta Londres para consequências de "não acordo"

Berlim espera que as discussões com Londres “obtenham um bom resultado” mas sublinha que, se as negociações não permitirem obter um acordo comercial pós-Brexit, as consequências serão particularmente nefastas para o Reino Unido.

O aviso chega da parte de Olaf Scholz, por ocasião da reunião de ministros da Economia e das Finanças da União Europeia, na capital alemã.

A Europa está precisa e cuidadosamente preparada para esta questão. A minha avaliação é de que uma situação desordeira teria consequências bastante significativas para a economia britânica. A Europa estará em posição de lidar com isso e não haverá consequências particularmente nefastas depois dos preparativos já feitos. Olaf Scholz ministro alemão das Finanças

Para o comissário europeu para os Assuntos Económicos, Paolo Gentiloni, a “bola está no campo” de Londres: “Estamos bastante preocupados com a evolução da situação. Cabe ao Reino Unido restabelecer a confiança com a União Europeia porque, como disse a presidente [da Comissão Europeia Ursula] von der Leyen, os compromissos são para ser honrados.”

Num texto publicado pelo Daily Telegraph, o primeiro-ministro britânico defende a intenção de renegociar parcialmente o acordo do Brexit, que justifica com a “ameaça” de que a União Europeia instaure um “bloqueio alimentar” na Irlanda do Norte.

Boris Johnson aponta o dedo a Bruxelas na origem da discórdia e apela ao deputados britânicos para aprovarem o projeto de lei apresentado na quarta-feira que contradiz parcialmente o acordo já assinado com a União Europeia e que devia entrar em vigor a 1 de janeiro.

Fonte: pt.euronews.com/2020/09/12/berlim-alerta-londres-para-consequencias-de-nao-acordo-

Coronavírus em Tempo Real