Votar no Reino Unido significa levar o cachorro às urnas

Milhões de eleitores britânicos registrados foram às urnas nessa quinta-feira, 12, para escolher os membros do Parlamento e, com isso, o próximo primeiro-ministro que guiará o país pelo labirinto do Brexit. Como já virou tradição no Reino Unido, dia de votação é dia de compartilhar fotos de cachorros nos postos eleitorais com a hashtag #dogsatpollingstations (cachorros em postos eleitorais).

Os donos dos animais de estimação encheram as redes sociais de fotos de seus cães ao lado das placas de “Polling Station”, que identificam os locais de voto. Os bichos não podem entrar nas zonas eleitorais, mas muitos acompanham seus donos na caminhada até os locais de votação e têm de esperar do lado de fora. Fora do esquema, o atual primeiro-ministro Boris Johnson, deixou-se fotografar com seu Dilly na seção eleitoral do Central Methodist Hall, em Westminster, cedinho.

A votação se iniciou às 7h da manhã do horário local e deve ser encerrada às 22h (4h e 19h de Brasília). Os primeiros resultados só serão divulgados na madrugada da sexta-feira, 13, mas o conservador Johnson tem quase dez pontos percentuais de vantagem sobre o trabalhista Jeremy Corbyn, segundo as mais recentes pesquisas.

Fonte: veja.abril.com.br/mundo/votar-no-reino-unido-significa-levar-o-cachorro-as-urnas