Mulher desaparecida há um ano foi vítima de feminicídio pelo marido

Em junho do ano passado, Reinaldo da Silva Bandeira registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) do Rio de Janeiro sobre o desaparecimento de sua esposa, a professora Tamires Cristina Costa Bandeira, de 27 anos. Quase um ano depois, as investigações da polícia do estado apontaram que a mulher foi vítima de feminicídio e teria sido morta pelo próprio marido.

À época, os familiares da professora afirmaram que ela teria saído na manhã de um sábado para fazer um exame de sangue de rotina e, logo depois, iria para Madureira buscar uma roupa adquirida em um grupo de desapegos nas redes sociais para o filho de três anos. O marido foi às ruas com a placa “Onde está Tamires?”, questionando as investigações.

De acordo com a DPPA, o crime ocorreu no dia 23 de junho do ano passado e o corpo teria permanecido na residência do casal durante três dias, até ser retirado pelo pai do suspeito após uma ligação de Reinaldo pedindo a ajuda dele. O autor foi indiciado pelo crime de feminicídio e o pai, por ocultação de cadáver. Os pedidos de prisão foram encaminhados à Justiça do Rio.

Fonte: veja.abril.com.br/brasil/mulher-desaparecida-ha-um-ano-foi-vitima-de-feminicidio-pelo-marido