Moro diz que uma de suas prioridades é o projeto de lei anticrime

O novo ministro da Justiça  Sérgio Moro, discursou nesta quarta-feira (02), no Palácio da Justiça, em Brasília, durante a cerimônia de transmissão do cargo.

Moro falou sobre medidas de segurança pública, investimento de políticas de prevenção ao tráfico de drogas e combate à corrupção no país. De acordo com Sérgio Moro, uma das prioridades dele será apresentar um projeto de lei anticrime no início da próxima legislatura.

“Essas elevadas taxas de criminalidade, seja do crime de corrupção, do crime organizado, seja do crime violento, prejudicam o ambiente de negócio e o desenvolvimento. Pior do que isso, gera desconfiança e o medo, afetando a credibilidade das instituições em certo nível, a própria qualidade da democracia e da vida cotidiana”, relatou Moro.

Um plano anti-corrupção ainda está sendo finalizado para ser enviado ao Congresso Nacional. De acordo com Moro, também serão seguidos e colocados em prática como prioridade, a missão passada pelo presidente da República Jair Bolsonaro, o combate ao crime organizado, o fim da impunidade da grande corrupção e a redução dos crimes violentos.

“Não podemos nos achar impotentes diante de todos esses desafios. Avançamos como país muito até aqui, mas podemos avançar muito mais. Com opiniões diversas, com apoio crítico de todos para que, ao fim desta gestão tenhamos um ambiente melhor para todos”, disse Sérgio Moro.

Equipe de Sérgio Moro

Luiz Pontel, secretário-executivo do MJ;

Maurício Valeixo, diretor-geral da Polícia Federal;

Rosalvo Ferreira, secretário de Operações Policiais Integradas;

Fabiano Bordignon, diretor do Departamento Penitenciário Nacional;

Roberto Leonel, do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf);

Luiz Roberto Beggiora, secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas (Senad);

General Guilherme Theophilo, secretário Nacional de Segurança Pública;

Adriano Marcos Furtado, diretor da PRF;

Luciano Timm, Secretário Nacional do Consumidor;

Maria Hilda Marsiaj, Secretária Nacional de Justiça